Candidatos da primeira campanha eleitoral virtual

Por Prof. Pardal

Bom vou refletir aqui a incoerência dos antigos pré-candidatos e agora candidatos na cultura das redes sociais.
Em primeiro lugar representatividade não está ligada a “likes” ou quantidade de “seguidores”, isso só mostra que você de algum modo chamou a atenção virtualmente.

Na vida real não quer dizer que você tenha representatividade. Ainda mais num local de frivolidades como são as redes sociais.
Aliás, é um fenômeno parecido quando os meios de comunicação (Rádio e Televisão) fizeram um desserviço a democracia elegendo apresentadores de programas policiais despreparados que alcançavam a fama com bandeiras falsas e fomentando ódio e medo, ao invés de esclarecer e representar de fato.
Em segundo lugar, como você não tem representatividade quer estabelecer um canal de diálogo e exposição que você não possui e se não o tem você também tem representatividade para falar comigo ou com muitos. Assim, eu e o algoritmo podemos não aceitá-lo, e é fácil, basta não adicionar ou não aceitar determinados assuntos ligados a você.

A inteligência artificial nessa hora tem suas vantagens.
Em terceiro, você passa agora ao tentar me adicionar, após sua candidatura ser aceita a ser um “chato virtual” ou mais um político do tipo que já temos e devemos eliminar. Afinal, se quer convidar agora, repito, você não tem representatividade e como todo péssimo político só está aparecendo durante a eleição, mais nada.
Assim, para mim você é insignificante.
Mas, não se preocupe, a lista é grande, desde que as pré-candidaturas se iniciaram, e é uma prática para burlar a legislação eleitoral, já tive 35 pedidos de pré-candidatos e 52 de candidatos.
Todos democraticamente excluídos.

Após a eleição, se você tiver representatividade poderei analisá-la. E não se esqueça, não basta querer ser político, tem que ter representatividade, engajamento e história. E esse processo leva um pouco de tempo.

*Prof. Pardal, graduado em Ciências Etílicas, com Mestrado em Debates de Mesa e Dr. em Informação Boêmicas.

One thought on “Candidatos da primeira campanha eleitoral virtual

  • 15/10/2020, 13:22 em 13:22
    Permalink

    Sabe que parceiro rima com traiçoeiro… Qual será a bronca que o próximo prefeito vai arrumar para o prestimoso..

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: