Deputados engatilhados para o troca-troca de partidos
Litro e Traiano, de partida

do Fernando Tupan

A abertura será no dia três de março e até o dia 1º de abril os deputados podem optar na janela de transferência por outras siglas, sem perderem os mandatos, neste período são esperadas mudanças na maioria dos partidos paranaenses, no União Brasil, Luiz Fernando Guerra encaminhou filiação ao Partido Liberal, do presidente Jair Bolsonaro, e comandado no Estado pelo deputado federal Fernando Giacobo.

Os deputados Ademar Traiano e Paulo Litro, do PSDB, devem se filiar ao PSD, do governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Requião Filho deve deixar o MDB para seguir para o PDT ou para o PT, mas existe também a possibilidade de fechar com o PSB.

Alexandre Curi, Tiago Amaral e Artagão Filho podem trocar o PSB pelo PSD.

Jonas Guimarães pode se desfiliar do PSB para voltar para o MDB.

Cristina Silvestri está de saída do Cidadania e vai seguir os passos do filho, Cesar Silvestri, que vai disputar o governo do Paraná, pelo PSDB.

Galo pode deixar o Podemos e se filiar ao PSD ou outro partido da base aliada.

Mabel Canto está de partida do PSC e vai para o PSDB, do ex-governador Beto Richa.

Tião Medeiros está de saída do PTB, mas não definiu qual será a legenda para 2022.

Homero Marchese (Pros) é cotado no Republicanos.

Outros nomes podem buscar outras legendas, mas não é certeza: Soldado Adriano José (PV), Ricardo Arruda (PSL) e Dr. Batista (UB).

Leia Também

MP de Cianorte ajuiza ação contra DER e IAT

do MP Pr O Ministério Público do Paraná, por meio da 4ª Promotoria de Justiça...

17 anos depois, a condenação

De O Sul A Advocacia-Geral da União (AGU) obteve a condenação por improbidade administrativa de...

Sepultamento de cantor sertanejo de Londrina será às 10 horas

Informamos a todos que desejam prestar as últimas condolências, que o velório do cantor Luiz...

Comente!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments