Lei Seca e a Stock Car

Stock Car tem Rafael Suzuki e Ricardo Mauricio vencedores neste domingo — Foto: Duda Bairros

Por Mário Carvalho

Em 1920 entrou em vigor nos Estados Unidos a chamada “Lei Seca”.

Essa Lei, foi fruto da visão totalmente distorcida de políticos que viam, não em suas atuações, mas no consumo de bebidas alcoólicas entre os cidadãos, o maior problema social e econômico daquele tempo. Aquele “desvaneio político/legal” durou 13 anos e no final se revelou ter sido um grande equívoco. Isto porque, além de não ter solucionado os supostos problemas para os quais foi criada, fez surgir outros muito mais nocivos e prejudiciais para a sociedade americana.

Os defensores da abstinência viam na embriaguez alheia uma ameaça à segurança social, porém, por trás dessa posição haviam outros interesses (econômicos, políticos e eleitorais) menos explícitos. E como não poderia deixar de ser, os bebedores convictos resistiram bravamente na defesa dos seus direitos etílicos, porque viam na medida uma intromissão indevida e descabida do Estado em seus hábitos privados.

Mesmo para quem tivesse um mínimo de conhecimento da realidade das ruas, além dos gabinetes, não era difícil perceber que aquele tipo de repressão atingiria somente, a classe dos mais pobres que, sem acesso aos “club house” e aos “espaços/varandas gourmets”, tinham somente nos “botequinhos” e nas “loiras geladas de todos os dias”, suas únicas opções de lazer barato.
Cem anos após o fracasso, a ingênua experiência gringa com a lei seca deveria servir de lição para um Brasil ainda passível de apelos políticos populistas e eleitoreiros que não nunca levam em conta a realidade social de determinados segmentos que só querem continuar trabalhando e sobrevivendo e mais nada, bem como daqueles que só querem ter o direito a um pouco de lazer junto com uma breja gelada.

O Xerife de Hazzard

Hazzard é um condado fictício nos Estados Unidos onde foi ambientado o filme The Dukes of Hazzard, comédia que depois acabou virando uma série de televisão transmitida aqui no Brasil pela Globo (1979-1985) intitulada “Os Gatões”. A trama da história envolve uma família de fazendeiros pobres que para sobreviver passa a fabricar e vender de bebidas alcoólicas que eram proibidas naquela região (uma mera coincidência) e que passam o tempo todo tentando encontrar um jeito de enganar o risonho, atrapalhado e cômico Xerife Rosco P. Coltrane, para conseguirem manter seu negócio “ilegal” funcionando. Em tempos de abre e fecha, (agora fechado de novo, outra vez, novamente), uma boa opção para quem está decretadamente impedido de trabalhar e também daqueles que não podem mais sair de casa para “molhar o bico”, uma boa opção para passar o tempo é rever a série de televisão. Eu recomendo.

A Stock Car
Mas e sobre a Stock Car? Ah! A Stock Car vai muito bem obrigado! Inclusive nem foi visitada pelo iluminado e barulhento aparato repressivo neste último domingo lá no Autódromo de Londrina. Afinal de contas, como diz o velho ditado: Quem pode mais chora menos….

3 thoughts on “Lei Seca e a Stock Car

  • 14/09/2020, 12:50 em 12:50
    Permalink

    Assim como Moisés tinha controle sobre as pragas do Egito, nosso prefeito tem controle sobre o vírus, ordenando onde e quando ele pode atacar, não podendo a COVID infectar ninguém nos supermercados nem na Stock Car!

    Resposta
    • 18/09/2020, 11:48 em 11:48
      Permalink

      Ridículo, evento descumpre decrto na cara do prefeito e tudo bem, ninguém fala nada, talvez uma ação de prevaricacao ou algo parecido ou seria “peculato ” vai saber!

      Resposta
  • 14/09/2020, 16:56 em 16:56
    Permalink

    Texto muito bom. Somos todos vítimas das hipocrisias dos eleitos.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: