Moro não recorre e STF arquiva ação contra uso de mensagens roubadas

do Contraponto
A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber determinou nesta quarta-feira (17)  a “baixa ao arquivo do STF” da ação apresentada pelo ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro em fevereiro para impedir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e outros réus da Lava Jato de usarem as mensagens de procuradores roubadas por hackers.

No início deste mês, a ministra rejeitou o pedido, mas como não houve recurso por parte de Moro, ela agora declarou o trânsito em julgado da ação.

Nesta quarta-feira (17), mais cedo, o ministro Ricardo Lewandowski negou um pedido do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha para obter o material apreendido com hackers. A defesa, no entanto, já pediu ao STF para anular suas condenações com base nas mensagens já divulgadas pelos advogados de Lula

2 thoughts on “Moro não recorre e STF arquiva ação contra uso de mensagens roubadas

  • 18/03/2021, 12:14 em 12:14
    Permalink

    Deixando nu o imperador da república de Curitiba. Saiu no UOL: “Juiz suspende pagamentos de empresa investigada por contratar Sergio Moro”. Cadê os moralistas de plantão, ou melhor, os falsos-moralistas?

    Resposta
  • 19/03/2021, 18:55 em 18:55
    Permalink

    Isso: O Brasil já é chamado lá fora de Covidário. Qual outro apelido quando prenderem Moro e Dalagnol e soltarem Lula et catervae?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: