Quais os erros que a esquerda cometeu? Veja, a Esquerda no Divã

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Lula e o carinho da guerreira em Curitiba

do blog do Fernando Tupan

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou ontem em Curitiba e se hospedou na casa de Mirian Gonçalves (PT), ex-vice de Gustavo Fruet (PDT), em um condomínio de luxo, no bairro do Campo Comprido. Lula chegou a cidade por volta das 13h30. Antes de se eleger presidente, em 2002, um dos anfitriões do petista era o professor Lafayete Neves, que cedia o sofá da sala para que ele tivesse um cantinho para pernoitar em Curitiba. Lula decepcionou Neves com os constantes casos de corrupção e o paranaense deixou o partido, anos antes de estourar a Lava Jato.

, , , , , , , , ,

Petistas programam manifestação pró Lula em Curitiba

Lula e o parça Palocci. Foto site EsquerdaDiário

Amanhã o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – cuja alcunha é “A Alma mais Honesta do Brasil” vai prestar depoimento ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba.

Os petistas – aqueles que ainda acreditam e os que precisam acreditar – marcaram uma manifestação em poio ao ex-presidente. Será na Praça Generoso Marques (próximo à Catedral), no centro de Curitiba, a partir das 18h. Antes, às 16h30, uma aula pública com a presença do ministro da Justiça do governo Dilma RousseffEugênio Aragão, discutirá os métodos utilizados pela Operação Lava Jato.

Confira a programação completa do dia 13/09: (mais…)

, , , , , , , , , , ,

“O Último Bastião do Petismo”, continua em pé

E enquanto o governo Michel Temer vai enfrentando temas espinhosos Brasil afora, lá em Foz do Iguaçu o petista Jorge Samek vai se fingindo de morto para permanecer no cargo.

Comandando o Brasil há cinco meses, ninguém ainda entendeu porque Temer mantém no cargo o Samek, amigaço de Lula, daqueles de fumar charuto cubano juntos, na presidência da Itaipu Binacional. (mais…)

, , , ,

Acordo de Delação Premiada de Delcidio Amaral, coloca fogo na Lava a Jato, e atinge Lula

do UOL

O senador Delcídio Amaral (sem partido-MS) decidiu fazer acordo de delação premiada perante o grupo de trabalho da Procuradoria-Geral da República na Operação Lava Jato.

Ele citou vários nomes, entre eles o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e detalhou os bastidores da compra da refinaria de Pasadena pela Petrobras, entre outros assuntos. As primeiras revelações do ex-líder do governo fazem parte de um documento preliminar da colaboração. (mais…)

, , , ,

Políticos do Paraná no bico do urubu

Do blog do Fernando Tupan

Hermes Parcianello

Hermes Frangão Parcianello

A possibilidade do enquadramento do braço direito do ex-presidente Lula, Gilberto Carvalho, por desvio de função, está deixando prefeitos, vereadores, deputados federais, deputados estaduais e candidatos derrotados nas eleições de 2012 ou 2014 com dores no estomago. Uma simples conferência na prestação de contas da maioria dos políticos da estrela vermelha indica doações substanciais do “Petê” para candidatos vencedores e derrotados. A Polícia Federal já sabe que esses recursos foram obtidos de maneira ilícita e repassados para consolidar o Partido dos Trabalhadores como o maior partido do Brasil, além de enfraquecer a oposição e fortalecer os partidos aliados. Como o tiro deu pela culatra e foi uma vitória apertada no 2º turno da presidente Dilma Rousseff, tudo saiu de controle e o socialismo moreno foi para o ralo.

(mais…)

, , , , ,

PTB desembarca da canoa de Dilma Rousseff e acredita que haverá impeachment

, , , , , , , , , ,

Pemedebistas desunidos jamais serão vencidos: e a porrada no Doático Santos

11986314_756468491123766_2568839788187281139_nE o deputado Requião Filho (PMDB) se esgoelou na Assembleia criticando Doático Santos, ex-melhor amigo do paizão Requião de Mello e Silva, por ele estar, em horário de expediente, acompanhando o boneco Pixuleco na Boca Maldita e depois em frente a Polícia Federal, onde estão detidos alguns dos envolvidos na operação Lava a Jato.

Doático Santos é cargo comissionado da liderança do governo (veja aqui).

E o PMDB é aquele partido com sérios problemas de identidade, aliás, como tantos outros. Na esfera federal há os que apoiam caninamente o governo Dilma e os que o detonam.

No Paraná há os que apoiam caninamente o governo Richa e há os que o detonam.

, , , , , , ,

Lula que virou Pixuleco, que virou meme

O boneco inflável, com a imagem do ex-presidente Lula com roupa de presidiário, apelidado de “Pixuleco” está fazendo sucesso nas redes sociais.

É aquela velha história: reclamou, pronto, incendiou os gozadores.

E o Lula Pixuleco virou meme:

11905400_920296698045274_1831593186807065646_n 11951354_920296454711965_2656258035313881257_n 11986495_920296461378631_100540412703671927_n 11986549_920296498045294_6118709113509851527_n 11988367_920296554711955_8637223190656249196_n

, , ,

Lula está na mira, isolado no palanque e sem discurso

De Ricardo Kotscho

lulanovo1 Lula está na mira, isolado no palanque e sem discurso

Fiquei triste ao ver e ouvir o discurso de Lula neste 1º de Maio da CUT, no Vale do Anhangabaú, em São Paulo.

Basta rever as imagens na internet. Em toda a sua longa trajetória, do sindicato ao Palácio do Planalto, Lula nunca ficou tão isolado num palanque, sem estar cercado por importantes lideranças políticas, populares e sindicais.

A presidente Dilma já tinha avisado que não viria, mas desta vez nem o prefeito Fernando Haddad apareceu. Só havia gente desconhecida a seu lado e, ainda por cima, um deles segurava o cartaz em que se lia “Abaixo Plano Levy – Ação Petista”, mostrando o descompasso entre a CUT, o partido e o governo.

Também não me lembro de ter visto Lula falando para tão pouca gente, e tão desanimada, num Dia do Trabalhador. Não havia ali sinais de alegria e esperança em quem o ouvia, como me acostumei a acompanhar desde o final dos anos 70 do século passado, nas lutas dos metalúrgicos no ABC.

Lamento muito dizer, mas o discurso de Lula também não tem mais novidades, não aponta para o futuro. Tem sido muito repetitivo, raivoso, retroativo, sempre com os mesmos ataques à mídia e às elites, sem dar argumentos para seus amigos e eleitores poderem defendê-lo dos ataques.

Não que Lula deixe de ter caminhões de razões para se queixar da imprensa, desde que o chamado quarto poder resolveu assumir oficialmente a liderança da oposição e fechar o cerco contra os governos petistas. Só não podemos esquecer, porém, que foi com esta mesma mídia, com os mesmos donos, com as mesmas elites conservadoras, que nunca se conformaram com a mudança de mãos do poder, que o PT ganhou sucessivamente as últimas quatro eleições presidenciais.

Ao vê-lo e ouvi-lo agora, tive a sensação de estar assistindo ao ocaso de um ciclo mágico, que levou o líder operário ao poder e promoveu profundas transformações sociais em nosso país. Fica difícil até acreditar que, há apenas pouco mais de quatro anos, Lula deixava seu segundo governo com 80% de aprovação popular, aplaudido e reconhecido em todo o mundo como um líder vencedor.

Àquela altura, Lula não precisava fazer nem provar mais nada. Já tinha passado para a história, em lugar nobre, e precisava apenas cuidar da saúde e da própria biografia. Prova do seu prestígio, elegeu e ajudou a reeleger sua sucessora.

Nos últimos tempos, porém, com o profundo desgaste sofrido pelo PT após os casos do mensalão e do petrolão, que abalaram o partido da estrela, Lula parece ter perdido os dons do mito que construiu ao longo das últimas três décadas. Política também é feita de símbolos e tornou-se simplesmente impossível descolar um do outro: para o bem ou para o mal, Lula é o PT e o PT é Lula.

Apesar do crônico conflito do PT com a mídia, que se transformou em confronto aberto e agora caminha para uma guerra de extermínio, até seis meses atrás, Lula ainda era apontado em todas as pesquisas, com larga vantagem sobre os demais, como o mais popular presidente da nossa história, em todos os tempos.

Até seus adversários admitiam que o “Volta, Lula” seria só uma questão de tempo. Por isso mesmo, ele entrou agora na mira da aliança midiática-política-jurídica formada para impedir que isso aconteça. Logo descobriram que de nada adiantava jogar todas as fichas das oposições para derrubar Dilma se, em caso de novas eleições, o ex-presidente puder ser candidato.

Nas mais recentes, Lula já não lidera as pesquisas para 2018, em várias regiões do país. Claro que a situação pode mudar até lá, mas a volta de Lula tornou-se bem mais difícil. Pode até chegar à vitória, nunca se sabe, mas um passeio, como se previa, não será mais.
O que aconteceu?
Como seu velho amigo e parceiro de tantas campanhas políticas, percorrendo várias vezes este nosso imenso país de ponta a ponta, também estou em busca de uma resposta. Talvez ele próprio não a tenha. A última vez que nos falamos, por telefone, foi às vésperas da eleição do ano passado. Parecia confiante na vitória do PT, como sempre.

De lá para cá, tanta água passou por debaixo da ponte, em tão pouco tempo, que, em algum lugar da estrada, perderam-se a velha confiança e a capacidade de dar a volta por cima, sem que Lula consiga encontrar um novo discurso capaz de mobilizar os jovens eleitores e os velhos companheiros que ficaram pelo caminho.

Vida que segue.

, , ,

PT na TV criou o céu e a terra, desrespeitando teorias anteriores

Das curiosidades do PT.

Ontem o Partido dos Trabalhadores usou o horário gratuito nas emissoras de TV para fazer sua propaganda eleitoral.

Confirmou o que vem dizendo sempre: que o PT criou o céu e a terra nos últimos doze anos. As teorias do Big Ben, do Criacionismo, e outras mais foram descartadas.

Não confirmou se inventou a roda.

A maior autoridade do partido hoje, a presidente Dilma Rousseff, criação de Luiz Inácio Lula da Silva, sequer foi convidada a aparecer no programa. Uma deselegância.

Lula foi o mestre de (sem) cerimônias.

O PT defende, por exemplo, que a lei das terceirizações seja vetada. Porém, o ministro da Fazenda do PT, comandado pela presidente da República, Dilma Rousseff, que é do PT, apoia a terceirização.

Foram ditas algumas verdades e muitas mentiras.

Talvez a mentira mais escandalosa foi a de que o partido não aceita maus feitos e que todos os envolvidos em rolos serão defenestrados do PT.

Vamos lá: José Genoino, José Dirceu, Delúbio Soares, João Paulo Cunha, todos condenados no Supremo Tribunal Federal e cumprindo pena, continuam firmes e fortes no partido.

Como era esperado, enquanto o partido falava, o povo panelava nas casas e apartamentos.

, , ,