Primo distante: Justiça mantém pedido de prisão preventiva para Luiz Abi Antoun

foto Gilberto Abelha

do Angelo Rigon

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça negou pedido de revogação da prisão preventiva decretada contra o empresário Luiz Abi Antoun (foto), investigado na Operação Publicano 2 que viajou para o Líbano com autorização judicial, mas não retornou ao Brasil no prazo previsto. Por ele estar no exterior, o mandado de prisão fo​i inserido n​o sistema de difusão vermelha da Interpol, o que levou as autoridades libanesas a apreenderem o seu passaporte. A extradição, porém, foi negada.

Deflagrada em março de 2015, a Operação Publicano buscou desarticular uma organização criminosa formada por auditores fiscais do Paraná e empresários, que se uniram para facilitar a sonegação de impostos mediante o pagamento de propina. O empresário que se encontra no Líbano responde pelos supostos delitos de organização criminosa, corrupção ativa e corrupção passiva tributária. (leia mais)

3 thoughts on “Primo distante: Justiça mantém pedido de prisão preventiva para Luiz Abi Antoun

  • 26/10/2020, 16:10 em 16:10
    Permalink

    Prestes a tomar uma piaba da 3a Vara de Londrina, cupinchas de maringaenses que bolinam o cofre do erario londrinense, sentem seu quazquaz ameaçado e tentam atacar a operação que vai mostrar o que realmente está por trás da Luz Oculta. VAI tomar de goleada no clássico do Café.

    Resposta
  • 26/10/2020, 16:48 em 16:48
    Permalink

    Pelo jeito as autoridades libanesas apreenderam o passaporte para o dono dele, por descuido, não ir passear fora do Líbano, ser preso pela Interpol e enviado ao Brasil. Isso que é irmandade…

    Resposta
    • 27/10/2020, 10:06 em 10:06
      Permalink

      Volta para a campanha de vereador do outro primo Luiz Abi. Não vale o Paraguai.

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: