Ratinho quer terceirizar gestão de presídios do Paraná

AEN

Em entrevista para o programa Em Ponto, da Globonews, Ratinho Jr afirmou que vai cortar R$ 100 milhões do contrato de fornecimento de marmitas para os presos do estado. Segundo ele, a redução de custos será anunciada oficialmente nos próximos dias. “A mesma empresa, o mesmo contrato, só renegociando e com a mesma qualidade. Então, a gente vê que o dinheiro era mal gasto. Faltava gestão e pulso firme”, disse o governador. As informações são de Fábio Campana.
Ratinho também defendeu a necessidade de privatização da administração de presídios: “Cinquenta por cento dos presídios americanos já são geridos por empresas privadas. Sem tirar a tutela do estado de ser responsável pelo preso, mas a gestão em si é necessário passar para a iniciativa privada […] Estamos gerindo mal o dinheiro e tratando de forma não humana os presos que estão vivendo praticamente empoleirados nos presídios”.

3 comentários em “Ratinho quer terceirizar gestão de presídios do Paraná

  • 18/01/2019, 16:17 em 16:17
    Permalink

    A gestão privada é tão boa que é exatamente o setor privado que vinha vendendo marmitas a preços superfaturados.

    Resposta
    • 19/01/2019, 09:57 em 09:57
      Permalink

      E o MP não vai investigar este superfaturamento da marmita?
      E o tal TCE?
      Vergonha.
      Mesma empresa reduzir o preço do marmitão e continuar numa boa com o contrato.

      Resposta
  • 19/01/2019, 09:42 em 09:42
    Permalink

    E o Ratinho acredita que, com o mesmo dinheiro que o estado gasta hoje com as prisões, o setor privado vai ampliar vargas e transformar nossos presídios em hotéis cinco estrelas? Está sonhando ou tem mutreta… como no nosso caríssimo pedágio.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: