Aqueles encontros que podem terminar em namoro ou confusão

Ontem, deputados estaduais tomaram conhecimento do encontro entre o deputado federal Ricardo Barros (PP) e o empresário Tony Garcia, em um carro de luxo, nas ruas da capital paranaense.

Essa conversa despertou comentários dos parlamentares de oposição e intrigaram deputados da base da administração anterior.

Todos se questionavam o que Barros estaria fazendo com Garcia, apontado por tucanos como responsável por espalhar na imprensa os depoimentos de Maurício Fanini para atingir o ex-governador Beto Richa (PSDB).

O samba do crioulo doido pode colocar antigos aliados em lados opostos.

2 comentários em “Aqueles encontros que podem terminar em namoro ou confusão

  • 12/06/2018, 13:35 em 13:35
    Permalink

    Mais polêmico que esse encontro somente o juiz Moro arregar para a fase da Lava Jato que investiga os tucanos do Paraná. Mais um ponto para o Décio Paulino. Aliás, anda sumido da Biroska….. Alô alô…

    Resposta
  • 12/06/2018, 21:00 em 21:00
    Permalink

    Bem observado, sr. Biro Biroska! Realmente o juiz Moro era portador de uma energia fantástica até prender o Lula, encontrava tempo até para ser correspondente da Globo. O que sobrou de energia ele não quer gastar com os tucanos chinfrins do Paraná. Prefere usá-la para viajar ao exterior. Depois de ser homenageado em Mônaco – paraíso fiscal cheio de capiaus ricos, mas capiaus – estou apostando que receberá alguma condecoração na Comunidade das Bahamas.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: