Auditor fiscal envolvido na Publicano diz que está sendo perseguido pelo MP

 

Hoje à tarde o auditor fiscal da Receita Estadual do Paraná, Orlando Aranda, acusado de participar de um esquema de corrupção derrubado pela Operação Publicano, prestou depoimento ao juiz Juliano Nanuncio.

Foi um depoimento tenso (veja acima). Há cerca de dez dias, segundo Aranda, um grupo de policiais do Gaeco, comandado pelo Ministério Público, esteve na casa dele e recolheu diversos documentos. Aranda diz que eram anotações de sua defesa.

Aranda disse que a ação foi feita para prejudicar sua defesa.

O advogado Walter Bittar chegou a contestar o juiz Nanuncio, referindo-se a visita do MP à casa de Aranda, dizendo que “o MP pode muita coisa, mas não pode tudo”.

 

Um comentário em “Auditor fiscal envolvido na Publicano diz que está sendo perseguido pelo MP

  • 31/10/2017, 09:42 em 09:42
    Permalink

    Maa os empresários de Londrina se sentem livres.
    Há males que vem para o bem.

    Capitalismo é isso.
    Sem estatólatras de Campo Mourão e de relógios de parede com letrinha sinalizadora afixados.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: