Dois são condenados e três são absolvidos no caso de exploração sexual de menores em Londrina

Saiu a primeira leva de decisões sobre as denúncias de exploração sexual de menores. Em 2014 o Ministério Público fez um barulhaço denunciando mais de 20 pessoas entre empresários, auditores fiscais e supostas agenciadoras de adolescentes para a prática sexual.

Ontem a juíza Zilda Romero proferiu a decisão sobre cinco dos personagens denunciados: Walid Kauss, Antonio Cripa Neto, Luiz Antônio de Souza, Antonio Mantovani Malassisse e Rafaela Alves. (mais…)

, , , ,

“Bibinho” é alvo de nova operação do GAECO

Olha o Bibinho aí genteee!!!

Informa o Ministério Público do Paraná que estão sendo cumpridos hoje sete mandados de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado. É a Operação Castor, que vem a ser um braço da Operação Argonautas. Além do ex-diretor da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), Abib Miguel, conhecido como “Bibinho”, esta fase da operação envolve o prefeito de Rio Azul, no Sudeste do estado, e seus familiares.  (mais…)

, , , , , , , ,

Procuradoria do MP do Paraná arquiva denúncia contra promotores da Publicano

A Procuradoria do Ministério Público do Paraná decidiu arquivar a denúncia feita por advogados de Londrina contra alguns dos promotores que atuam no caso que ficou conhecido como Operação Publicano.

Veja a decisão da Procuradoria:
 

, , , , , ,

Desvio de dinheiro da Acesf: servidor perde o emprego e agora vai enfrentar o MP

A prefeitura de Londrina exonerou um funcionário de carreira, que trabalhava na Autarquia Municipal de Cemitérios e Serviços Funerários Acesf, acusado de desviar R$ 600 mil.

A investigação da Procuradoria começou em 2015. Paulo César dos Santos, que já foi secretário de Planejamento de Londrina e era servidor há 32 anos, e apurou que o dinheiro desviado pelo servidor vinha do pagamento de empresas que negociavam com a Acesf. O procedimento administrativo mostrou que a quitação dos valores era simulada, mas os cheques não iam para a conta da autarquia e eram repassados a outras pessoas.

(mais…)

, , , , ,

Auditor fiscal envolvido na Publicano diz que está sendo perseguido pelo MP

 

Hoje à tarde o auditor fiscal da Receita Estadual do Paraná, Orlando Aranda, acusado de participar de um esquema de corrupção derrubado pela Operação Publicano, prestou depoimento ao juiz Juliano Nanuncio.

Foi um depoimento tenso (veja acima). Há cerca de dez dias, segundo Aranda, um grupo de policiais do Gaeco, comandado pelo Ministério Público, esteve na casa dele e recolheu diversos documentos. Aranda diz que eram anotações de sua defesa.

Aranda disse que a ação foi feita para prejudicar sua defesa. (mais…)

, , , , , , ,

Justiça determina bloqueio de bens de dois deputados do Paraná

E o Ministério Público do Paraná informa que a 2ª Vara da Fazenda Pública de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, determinou, em caráter liminar, a indisponibilidade de bens de dois deputados estaduais em exercício na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep): Elio Rush e Alexandre Guimarães que teriam utilizado sua verba de ressarcimento para custear alimentação de familiares e visitantes, e do parlamentar que preside a Comissão de Tomadas de Contas da Casa de Leis, responsável por analisar e aprovar as contas das verbas de ressarcimento de todos os deputados. A decisão atende pedido do Ministério Público do Paraná em ação civil pública ajuizada pela 1ª Promotoria de Justiça de Campo Largo.  (mais…)

, , , , ,

Impasse no acordo coletivo é outro “calo” a ser resolvido pela Sercomtel

do TRT

Permanece o impasse no dissídio coletivo envolvendo a Sercomtel S/A Telecomunicações e o Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicação do Paraná (Sinttel/PR). Na última quinta-feira, em audiência no Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, em Curitiba, as partes buscaram soluções para compor o novo Acordo Coletivo, sempre levando em conta graves dificuldades econômicas por que passa a empresa – que pode inclusive perder a licença concedida pela Anatel para explorar a atividade econômica -, que não dispõe de recursos financeiros para conceder a principal reivindicação dos trabalhadores: reajuste salarial de 7%. Trabalhadores e empregadores tentam chegar a uma solução desde o primeiro semestre deste ano (a data-base da categoria é em junho). (mais…)

, , , , , ,

Belinati errou e erra em não atender a Lei das Estatais na Sercomtel

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, errou ao nomear o empresário Luiz Carlos Adati para a presidência da Sercomtel.

Primeiro porque sabia que estava agindo contra a Lei das Estatais, aliás, lei que ele mesmo votou favoravelmente. Entre outras coisas a Lei das Estatais define critérios para a contratação de gestores. A ideia é reduzir os apadrinhamentos meramente políticos.

Segundo o texto da lei, o critério para as nomeações deve ser técnico e os nomes, de preferência, serão do próprio quadro da empresa. Dos conselhos, farão parte de sete a 11 membros, com mandatos de até dois anos, e um quarto deles (25%) devem ser independentes – não poderão ter vínculo com a estatal. (mais…)

, , , , ,

Veja a Carta de Despedida de Adati

“Tendo sido nomeado e eleito para o cargo de Diretor Presidente e de Relação com Investidores da Sercomtel S/A – Telecomunicações em janeiro do presente ano, por conta da minha trajetória como empresário com atuação em seis estados, informo à comunidade londrinense que estou acolhendo Recomendação Administrativa do Ministério Público do Estado do Paraná, recebida em 14 de setembro passado, e optei por deixar o cargo no presente momento. (mais…)

, , , ,

Adati até que tentou, mas era um peixe fora dágua

Dentro de alguns minutos a assessoria do ex-presidente da telefônica Sercomtel, Luiz Adati, vai soltar uma nota oficial explicando porque ele está deixando o comando da empresa. A não ser que eu esteja muito errado, vai alegar questões pessoais, etc,.

Mas o fato é que Adati há muito tempo já vinha pensando em deixar o barco. Obviamente ele não podia alegar que não sabia como estava a situação da empresa. O irmão dele, Carlos Alberto Massaru Adati, fora presidente do Conselho de Administração da Sercomtel e conhecia os números.

Luiz Carlos Adati, empresário bem sucedido no ramo dos estacionamentos, mas sem conhecimento do mercado de telefonia, fez o possível, mas encontrou trocentas pedras pelo caminho, de má vontade de grupos a falta de habilidade política.

Para piorar, o Ministério Público estava analisando a Lei das Estatais o que pode gerar, em breve, a saída de diretores e conselheiros da empresa que não se enquadram nas novas regras. Adati era um dos alvos da promotora Sandra Koch, como agora foi confirmado.

, , , , , ,

Justiça determina desbloqueio de bens de delator da Publicano

Que beleza, a Justiça determinou hoje o desbloqueio de parte dos bens do delator da Operação Publicano, Luiz Antonio de Souza.

A decisão foi do juiz Emil Tomás Gonçalves.
Enrolado até a unha encravada no esquemão de cobrança de propina descoberto na Receita Estadual do Paraná, Luiz Antyônio, que se tornou delator premiado da malandragem, agora poderá usufruir do que foi amealhado em sua longa carreira.

Veja a decisão

, , , ,

Explica aí Ministro da Agricultura: Isso pode?

E por falar em ministro da Agricultura visitando Londrina, seria interessante a imprensa perguntar ao ministro Blairo Maggi se ele se sente confortável tendo como superintendente do ministério no Paraná Gil Bueno de Magalhães, fiscal acusado pelo Ministério Público de receber vantagens indevidas de empresas para não fiscalizá-las.

Explica aí ministro.

Veja a denúncia do Ministério Público Federal abaixo: (mais…)

, , , , ,

Revelações da Operação Quadro Negro complicam a vida de Richa

Do Cícero Cattani

Segundo reportagem publicada no site deCartaCapital, o esquema, afirmam testemunhas, abasteceu a campanha do governador e de seus aliados nas últimas eleições. Agora, os investigadores querem saber como o dinheiro foi movimentado…Depois da partilha, o restante da quantia era enviado ilegalmente para fora do Brasil por meio de um doleiro, ainda não identificado. Sabe-se apenas que o homem de prenome Rui frequentemente levava dólares e euros à sede da construtora. O doleiro levaria as notas amarradas na perna e saía sempre portando uma mala.” (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

De acusado de ser funcionário fantasma a Miss Paraná, jornal O Globo detona indicados para a Itaipu

de O Globo

A Miss Paraná de 1995, Marilice Perazzoli Collin, e Marcos Vitório Stamm, acusado de ter sido funcionário fantasma no Senado, foram indicados para cargos em Itaipu – Reprodução internet e divulgação

Após fazer até propaganda apontando a “moralização das nomeações das estatais” como uma das principais medidas de sua gestão, o presidente Michel Temer loteou o comando da hidrelétrica de Itaipu entre aliados e indicou para os cargos até um advogado que já foi acusado de ter sido funcionário fantasma do Senado. A lista dos novos dirigentes foi divulgada pelo Palácio do Planalto. Itaipu é administrada em conjunto com o Paraguai.

Todos os indicados têm como padrinhos políticos paranaenses de PSDB, PMDB, PP, SD e PPS. As nomeações atendem a políticos do estado porque a sede da empresa fica em Foz do Iguaçu (PR). O novo diretor-presidente, Luiz Fernando Vianna, é atual presidente da Companhia Paranaense de Energia (Copel) e foi indicado para Itaipu pelo governador, Beto Richa (PSDB).  (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

MP chega chegando e puxa a orelha de Belinati

Como havia alertado ontem, o Ministério Público chegou chegando à administração Marcelo Belinati. O promotor de Defesa do Patrimônio Público, Renato de Lima Castro, pediu ao prefeito que repense a vida, as flores e suas nomeações para secretários. O alvo é o médico Luiz Koury, secretário de Saúde que, segundo a própria prefeitura, havia acordado dar apenas meio expediente na secretaria para poder clinicar no sistema particular, o que é proibido conforme a lei federal 8.080/1990 que regulamenta o Sistema Único de Saúde (SUS).

A alternativa oferecida, para que isso não se transforme em processo, é Koury ficar apenas na Secretaria.

, , , , , ,
Página 1 de 212