MP pede para bloquear R$ 1,6 mi da conta de Marcelo Belinati

E o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati (PP) ganhou mais uma dor de cabeça, daquelas de tirar o sono, a tranquilidade do lar, etc.

Informa o G1 que o Ministério Público do Paraná (MP-PR) pediu o bloqueio de R$ 1,6 milhão do prefeito. Ele é alvo de uma ação por improbidade administrativa, enviada à Justiça na tarde de quarta-feira (1º).

(mais…)

, , , , , , ,

IPTU “mamão com açúcar” gera ação de improbidade contra Belinati

O promotor de justiça Renato de Lima Castro, de Londrina, anuncia que irá mover uma ação contra o prefeito Marcelo Belinati por improbidade administrativa.  (mais…)

, , , ,

Pedido de cassação de Belinati Arquivado. Mais uma ação política Sonrisal em Londrina

E a política em Londrina faz um esforço danado para ficar só no momento picuinha.

Então. Em fevereito ( leia aqui) representantes de três partidos – PSC, PSD e PPS – foram à Câmara e protocolaram um pedido de abertura de Comissão Processante contra o prefeito Marcelo Belinati. Já na época havia o cheiro inconfundível de pura ação política. A acusação era de improbidade administrativa pois, conforme o povo que foi lá, Belinati teria atropelado o processo legal para aplicar o maior reajuste no IPTU desde os tempos da hiperinflação. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Indignados com o aumento do IPTU de Londrina moradores protestam pelas ruas de Curitiba

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Belinati pede a benção ao Ministério Público e pode mudar IPTU

E hoje o prefeito de Londrina de Londrina, Marcelo Belinati, foi ao Ministério Público de livre e espontânea vontade, mas com o advogado Marcos Ticianelli à tiracolo. Vai que né!

Então, segundo as partes a conversa girou em torno de três assuntos:

  • o aumento brutal do IPTU em Londrina
  • o IPTU mamão com açúcar que é pago por Belinati e seus vizinhos no condomínio Village Premiun
  • o aumento sem precedentes e sem explicação convincente da taxa do lixo

(mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Acusados na Publicano vão ser mesmo julgados em Londrina

E as ações da Operação Publicano começam a retornar a Londrina.

Ocorre que a Publicano havia parado porque o nome do governador Beto Richa foi citado nas investigações. Como ele tem foro privilegiado, o processo estacionou por determinação do STF.

Porém, ao analisar a questão, a ministra do Superior Tribunal de Justiça Maria Thereza de Assis Moura determinou que os demais acusados, sem foro privilegiado, sejam julgados pela 3ª Vara Criminal de Londrina.
veja abaixo:
(mais…)

, , , , , , ,

MP chama “matemágicos” da CMTU pra dar explicações

No inicio de janeiro, este blog que é mais curioso que manicure em salão lotado, questionava qual era a “matemágica” da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização sobre o aumento brutal da Taxa de Lixo (veja aqui).

O motivo é simples. Em 2017 o presidente da CMTU, Moacir Sgarioni, alardeou o quanto pode que havia conseguido reduzir o custo e os contratos do Lixo, uma economia que passava de R$ 20 milhões.

Pois bem, veio a nova taxa de lixo e, ao contrário do que qualquer cristão, budista, islâmico, ateu, atoa ou de qualquer outra fé, poderia esperar, não houve redução no valor da taxa. Ao contrário o aumento foi brutal. Há casos de valores que foram quintuplicados.

Ou seja, eles dizem que estão pagando menos e querem cobrar muito mais de você e de mim.

O Ministério Público de Londrina também ficou incomodado e está chamando os matemágicos da CMTU para dar explicações.

, , , , , ,

Quem fiscaliza quem? Ninguém fiscaliza ninguém

Como diria o blogueiro Zé Beto, diretamente do Centro Cínico.

Como acreditar numa Câmara de Vereadores eleita para fiscalizar as ações da prefeitura e do prefeito se não consegue fiscalizar nem mesmo as ações dos seus vereadores?

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Barros protocola pedido de CEI contra Rony Alves e Mário Takahashi

O vereador de Londrina Filipe Barros (PRB) protocolou agora há pouco um pedido de formação de uma Comissão Especial de Inquérito para investigar a conduta dos vereadores Rony Alves (PTB) e Mário Takahashi (PV). Os dois foram denunciados por suposto recebimento de vantagens indevidas para aprovar projetos de mudança de zoneamento.

 

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

No plenário e as orientações

Na foto o empresário Luiz Guilherme Alho da Silva, no plenário, durante uma sessão da Câmara, conversando e explicando alguma coisa que nem sei o que é, para o vereador Rony Alves (PTB), o assessor de Alves, Evandir Duarte de Aquino e um outro assessor do vereador.

Rony Alves, Luiz Guilherme Alho e Evandir Duarte foram denunciados pelo GAECO por supostamente, fazerem parte de um esquema de benefícios ilícitos.

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Veja o pedido de prisão contra o ex-vereador Emerson Petriv

A defesa do vereador de Londrina Mário Takahashi, afastado da Câmara por decisão judicial, pediu a prisão do ex-vereador Emerson Petriv.
Há uma medida judicial que impede que Petriv se aproxime de Takahashi, o que vem sendo descumprido.
A promotora Solange Vicentin já se pronunciou e deu parecer favorável à prisão.
O caso está nas mãos do juiz criminal Paulo César Roldão.
veja abaixo o pedido:

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

GAECO cumpre mandados de busca e apreensão contra dois vereadores de Londrina

Mais um dia amanhece quente em Londrina. Fervendo aliás, e não foi por causa do verão.

Os policiais do Grupo Especial de Atuação Contra o Crime Organizado (GAECO) estiveram na Câmara de Vereadores para cumprir mandados de busca e apreensão nos gabinetes dos vereadores Rony Alves (PTB) e Mário Takashashi (PV). Os mandados também fora cumpridos nas casas deles.

A denúncia é de irregularidades em doações de campanha eleitoral.

Os dois não foram presos mas agraciados com tornozeleiras eletrônicas.

As 11 horas haverá uma entrevista coletiva no Ministério Público para mais detalhes da Operação.

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Vereador quer dar bom exemplo, mas provoca um baita mau exemplo

Será que o vereador de Londrina Roberto Fu (PDT) quer aumentar as estatísticas de acidentes no trabalho? Há alguns anos o vereador, dado a cortar árvores para eleitores e participar de pequenas obras de reparos – também em benefício de seus eleitores – caiu de uma árvore e quebrou – se não me falha a memória – um braço. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Presidente do Podemos lança desafio: “Quem vai abrigar o vereador?”

O Partido que for a favor do aumento do IPTU e de Impostos que acolha o vereador (Estevão da Zona Sul)!!! Nós  do Podemos somos contra e não estamos atrás de cargos!!! Queremos posição! !Um Estado mais enxuto, ágil e sem Aumento de Impostos!!!” diz o presidente do Podemos Márcio Stamm.

Olha aí a oportunidade PSDB, PTB, PP, PV…

 

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

A alface mais cara do mundo

Desde os tempos que eu era moleque lá na Vila Recreio, e isso já faz algumas décadas, essa pequena chácara pertence a uma família que cultiva verduras. Ela fica na Avenida Ayrton Senna.

Os anos se passaram e o lugar que ficava numa área de chácaras de pequenos agricultores, bem longe do centro da cidade, viu o progresso chegando, chegando e se apossando.

Pois bem.

Com o IPTU do Marcelo Belinati o chacareiro vai ser obrigado a vender cada pé de alface a pelo menos uns R$500,00 para pagar o imposto.

Se o prefeito, e cada um dos vereadores com seus familiares, irmãos, primos, etc, comprarem um pé de alface por semana, talvez ele consiga quitar a dívida.

 

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,