Por uma igreja sem partido

Por Messias da Silva
A derradeira polemica nos anais da Assembleia Legislativa do Paraná, discorre sobre o projeto de lei Escola sem Partido, inclusive com ataques a Deputados contra e a favor.
Para suscitar a discussão imaginaremos que a moda pegue no sentido mais amplo da palavra, a exemplo dos argumentos dos autores do projeto, outros parlamentares resolvessem também apresentar suas posições com relação a outros segmentos da sociedade, o exemplo clássico, é a representação de igrejas nos diversos segmentos do poder público, nesse caso especificamente no parlamento.
Imaginamos o projeto Igreja sem Partidos, pois todos sabemos,  não é difícil de constatar que seu apoio de determinadas denominações religiosas muitos de seus representantes não conseguissem obter mandatos parlamentares, o argumentos puro e simples que professores doutrinam estudantes para determinadas ideologias, serviriam de mesmo argumentos de líderes religiosos se utilizassem de fé alheia e da crença em Deus, para também se utilizassem dos mesmos em benefícios da obtenção de mandatos e consequentemente de poder de defender suas organizações, imaginemos agora se todos que tivessem qualquer divergência com relação a segmentos organizados da sociedade resolvessem militar no sentido de tolher a liberdade de expressão alheia, reteríamos, não só a Escola sem Partido, como também:  
A FIEP sem Partido, Sindicato sem Partido, latifundiário sem Partido, Banqueiro sem Partido, etc…
Em tempos de intolerância fica difícil achar um rumo para o povo brasileiro.
 
Messias da Silva
Dirigente Sindical da Federação dos Bancários

O “turismo da maconha”

Foto: Matias Maxx/Agência Pública)

Do i44 News

Enquanto turistas e negociantes cruzam a Ponte da Amizade atrás de ofertas de eletrônicos, roupas, bebidas e outros produtos, mais ao norte, na fronteira entre Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, e Pedro Juan Caballero, no Paraguai, o clima não é tão amigo. Há turistas, sacoleiros e estudantes de medicina, mas também há narcotraficantes que de lá despacham cocaína boliviana e a maconha paraguaia para todo o país.

(mais…)

, , ,

UEL, Governo e Sociedade: momento para reflexão e crescimento

por Valter Orsi

Tenho visto, nos últimos meses, um embate sem tréguas entre professores e administradores da Universidade Estadual de Londrina e o governo do Paraná por vários motivos diferentes. A queda de braço parece não ter fim. De greves justas a greves políticas, que complicaram o calendário escolar de milhares de alunos, trazendo prejuízos para os estudantes que estavam se formando, para os que estavam no meio do curso ou ainda os que iam ingressar na Universidade.

Percebe-se que o bom senso, de ambas as partes, muitas vezes é colocado de lado. (mais…)

, , , , , , , , ,

Fadiga Material

Por Heraldo Palmeira

Edson Fachin recomendou à PF realizar uma prisão discreta e sem algemas para Joesley e Saud. O ex-procurador Miller, por ora, está livre da cadeia.

Gostaria de saber por que nossas inselênças togadas, especialmente as dos tribunais “superiores”, têm tanta dificuldade de tratar bandidos como simples bandidos. Que estranha “alergia” é essa a algemas? Por que evitar que esses fulanos sejam mostrados entrando em cana? Que respeito humano merecem esses patifes, que dedicaram vidas inteiras a roubar descaradamente o país e a prejudicar principalmente as pessoas mais necessitadas? (mais…)

Os 513 partidos do Congresso Brasileiro

Fábio Vasconcellos, O Globo

O que os parlamentares estão prestes a votar aumentará o preço da barganha política do Congresso, ou melhor, de cada parlamentar eleito em 2018

Estamos no início de 2019. Após uma acirrada disputa eleitoral, o presidente eleito começa a se movimentar para construir maioria na Câmara dos Deputados. Pouco mais de um ano antes, o Congresso havia aprovado a reforma política instituindo, entre outras mudanças, o distritão. Pela nova regra, foram eleitos os deputados mais votados em cada estado. São agora mais do que nunca, 513 “reis do voto”.

, , , , , , , ,

Pelo fim dos supersalários

por Rubens Bueno*

Rubens Bueno – foto Diário do Poder

É certo que a maioria do funcionalismo público brasileiro ganha mal. No entanto, no meio dessa imensidão de servidores públicos, existem castas privilegiadas que chegam a receber até mais de R$ 100 mil por mês de salário. Incorporando uma série de auxílios, engordam o salário acima do teto constitucional e se transformam em verdadeiros marajás da República. É preciso dar um basta nessa imoralidade. (mais…)

O inofensivo Bolsonaro

Por Carlos Andreazza/O Globo

Houvesse uma direita no Brasil, e ele seria nota de rodapé exótica na história.

É produto da doença política brasileira

Jair Bolsonaro é candidato a presidente, tem cerca de 15% nas pesquisas e vem de alugar um partido para concorrer. Nunca, porém, geriu algo que não a vida dos filhos. Precisa, pois, ser tratado seriamente. Cabe ao jornalismo tirá-lo da bolha tuiteira em que alguém como ele pode ser considerado solução para o Brasil e lhe franquear microfones para que fale o que pensa sobre o país. (mais…)

Alta dos impostos é um desserviço ao Brasil

Por Valter Orsi

Valter Orsi – foto Mais Com

E iniciamos a semana tendo que engolir mais uma desfaçatez do governo brasileiro.

Na quinta-feira o governo Michel Temer anunciou a elevação da alíquota de PIS e Cofins sobre os combustíveis. A tributação sobre a gasolina subiu R$ 0,41 por litro. Com isso, a tributação mais que dobrou e deve passar a custar aos motoristas R$ 0,89 para cada litro de gasolina, se levada em consideração também a incidência da Cide, que é de R$ 0,10 por litro.
A tributação sobre o diesel subiu em R$ 0,21 e ficará em R$ 0,46 por litro do combustível. Já a tributação sobre o etanol subiu R$ 0,20 por litro.
A justificativa é de que o governo precisa fechar suas contas.
Vamos falar claro: é uma vergonha isso tudo.
Quando nossas empresas precisam fechar o caixa, cortamos despesas, otimizamos processos, produzimos mais, ou seja: trabalhamos. (mais…)

Sexta-feira de trabalho duro para a maioria silenciosa

Por Lúcio Flávio Moura

O País não está um caos hoje como a esquerda gostaria. É uma alegoria da sua própria incompetência, que se manifesta até nas suas intenções destrutivas. As pessoas querem viver sua vida dura, com a escassez e a incerteza que as angustiam.

A grande maioria entende que não é hora de cruzar os braços. Que a verdadeira luta é para suprir suas demandas individuais, suficientemente pesadas e sem as quais a felicidade mínima evapora.

A pauta contra as reformas – inadiáveis e nas quais estão depositadas as únicas esperanças de revigorar os investimentos, a renda e o mercado de trabalho – não é sedutora para a massa porque propõe uma continuidade de tudo o que não funciona e de tudo que nos conduziu à falta de perspectiva crônica. (mais…)

República de Curitiba: Paraná precisa de uma Lava Jato só para si

Do Antagonista

Para o procurador Diogo Castor de Mattos, os casos de corrupção no Paraná mostram que é preciso ir muito além da Lava Jato para que o Brasil se torne um país decente. Em suas palavras:

“Outras investigações recentes [de casos de corrupção no Paraná], embora promissoras, não conseguiram romper a barreira da impunidade. Em 2014, um ex-coordenador do Tribunal de Contas foi preso em flagrante recebendo R$ 200 mil do dono de uma empreiteira local. Ficou preso por poucos dias. Depois, o TJPR anulou as provas da interceptação telefônica. Já as operações Voldemort, Quadro Negro e Publicano, apesar de desvendarem fatos gravíssimos, não conseguiram avançar no controle político dos esquemas criminosos, pois todos os personagens centrais foram soltos por decisões de tribunais. (mais…)

O Julgamento da Chapa Dilma-Temer e sua relação com a Lava-Jato

Por Gabriel Antunes da Silva – Advogado

O ministro Herman Benjamin, relator do julgamento da Chapa Dilma-Temer, foi enfático ao pedir aos demais ministros presentes no Plenário do Tribunal Superior Eleitoral – TSE que não decidissem de modo a delongar ainda mais o caso que já dura 2 anos e 6 meses. Retardar a decisão seria permitir ao presidente Michel Temer terminar o mandato sem que o julgamento fosse encerrado, algo incompatível com a importância do feito e com os anseios sociais. (mais…)

Os tentáculos do morto!

Por José Maschio
(Sobre foro privilegiado, José Janene e Operação Carne Fraca)
À medida que surgem os nomes envolvidos na operação Carne Fraca fica evidente que o sistema de corrupção no Brasil é endêmico e sustentado, em grande parte, por uma excrescência: o foro privilegiado.
Antes que achem esse texto louco, vamos por partes. No início dos anos 90, o então deputado federal José Janene foi réu em um processo de corrupção em Foz do Iguacu (PR). Estava envolvido em licitação fraudulenta de iluminação pública. O processo subiu e Janene nunca foi a julgamento. (mais…)

É por isso que Tencati está aí, há cinco anos !

Por Flávio Campos, especial para o Você Esporte Clube

Tanto faz ganhar como perder, tudo fica do mesmo jeito no Londrina Esporte Clube de hoje. Seguidamente vejo gente de outros centros se espantando, porque o treinador Claudio Tencati comando o time do Tubarão há cinco anos. Pois esta é a razão. Ele faz o que o “patrão” manda, não custa muito, não exige investimentos em contratações mais caras, se contenta com o que lhe é oferecido e se sujeita à situações humilhantes como esta de agora. É o típico empregado que não dá trabalho. (leia mais)

Palavrão, a linguagem dos estádios

Por Claudio Osti/Portal Você Esporte Clube

Lá  nos idos de muitos idos atrás, falar palavrão em casa era um crime punido quase que como um crime hediondo (não se preocupem hediondo não é um palavrão, apesar da gravidade da palavra e do que ela significa. Se você não sabe o que significa a palavra hediondo, deixa de ser folgado e procure no dicionário). Leia mais

Isolamento de Temer se agrava e tucanos já governam

Por Christina Lemos/R7

Alvejado pela Lava Jato, o governo pemedebista de Michel Temer está cada vez mais tucano. O presidente perde seus auxiliares diretos em velocidade impressionante. Na mesma medida, é levado a instalar representantes do PSDB em postos chave. Já são cinco os interlocutores diretos de Temer no Planalto afastados ou inviabilizados politicamente. (mais…)

Página 1 de 512345