Brasil é 2° país que mais matou jornalistas

O “Repórteres Sem Fronteira” divulgou que o Brasil é o segundo país que mais matou jornalistas em 2016, contabilizando 22 jornalistas mortos. O país está na 104ª posição entre 180 países avaliados. O levantamento da organização leva em conta, infraestrutura, independência da mídia, meio ambiente e autocensura.  A Associação de Jornalismo Investigativo afirmou que entre 2013 e 2016, foram 300 casos de agressões a jornalistas durante cobertura das manifestações.

Deixe uma resposta