Cemitério abandonado

Por Célio Guergoletto

Ontem fui ao Cemitério Padre Anchieta (Jardim Idela) acompanhar o sepultamento do meu querido irmão (Aristides) que nos deixou. O evento em si já é de tristeza, e para ficar mais triste ainda, vi as condições do cemitério que está completamente abandonado. Sujeira, escorpiões, local propicio para criar dengue, e  parecendo um campo de concentração pós guerra, com todos túmulos (sem exceção) mexidos e com a marca de retiradas das placas de identificação, imagens etc. Não sobra nenhuma pra remédio. 

Vergonhoso pra nossa cidade, mexe com algo mais dos familiares, absolutamente inaceitável. Pagamos a chamada taxa do IPTU dos (mortos)  IPTU dos vivos etc, etc.  Cadê a Guarda Municipal? Vigilantes? Segurança tercerizadas, qualquer coisa, menos deixar da maneira como está.

Falaram que colocaram câmeras? Isso não adianta nada. O importante é não deixar roubarem o patrimônio e principalmente algo que as pessoas preservam muito, o amor aos seus entes queridos.

Cadê a Câmara Municipal?  Cade o ministério Público, sei lá quem, o que não  pode é ficar como está.

Célio Guergoletto, professor e ex-vereador

4 comentários em “Cemitério abandonado

  • 07/05/2018, 18:36 em 18:36
    Permalink

    Guarda Municipal se acha paladino e não se lembra de guardar os PRÓPRIOS municipais

    Resposta
  • 07/05/2018, 23:29 em 23:29
    Permalink

    Já fiz vários comentários sobre isso .Acredito que esse cemitério (jd ideal) e o da Saudade são os mais abandonados. Esses dias saiu uma reportagem na tv mostrando que os jazigos do cemitério São Pedro não possuem mais nenhuma placa de bronze.Foram todas roubadas.
    Se o IPTU já é tão absurdamente caro por que temos que pagar impostos para manutenção dos cemitérios se esssa manutenção não é feita adequadamente?

    Resposta
  • 08/05/2018, 13:26 em 13:26
    Permalink

    deveria perguntar ao tio Douglas pré candidato a deputado estadual.
    que ficou a frente da Acesf até o mês passado
    e saiu falando que reformou os cemitérios.

    Resposta
  • 08/05/2018, 15:49 em 15:49
    Permalink

    Cade a gaita do IPTU?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: