Comandante da PM diz que vai avaliar se houve “força desproporcional”

O comandante da Polícia Militar do Paraná, Cesar Kogut, disse agora há pouco que “a ação da tropa foi correta. Pode ter tido um ou outro erro, mas em casos assim o que fizemos foi adotar procedimentos comuns a polícias de todos os países”. Segundo o comandante da PM, foram apreendidos coquetéis molotov, pedras e paus que teriam sido atirados contra os policiais.

A PM usou balas de borracha, gás lacrimogênio, spray de pimenta, helicóptero, cães, e 1600 policiais na ação.

Kogut disse que será feita uma análise, junto com o Ministério Público, para avaliar se houve força desproporcional.

150 pessoas ficaram feridas, entre elas, 20 policiais.

Um comentário em “Comandante da PM diz que vai avaliar se houve “força desproporcional”

  • 29/04/2015, 19:44 em 19:44
    Permalink

    A PM deveria usar a mesma competência pra combater o crime.

    Resposta
  • 29/04/2015, 20:28 em 20:28
    Permalink

    No blog do Sakamoto existe a informação de que os policiais (pelo menos 17) que se recusaram a agredir os manifestantes foram presos. Alguém precisa descobrir onde estão detidos para que a integridade deles seja preservada.

    Resposta
  • 29/04/2015, 22:16 em 22:16
    Permalink

    Esse comandante está nos chamando de idiotas. Não precisa avaliar nada. O que os seus comandados fizeram foi um MASSACRE. E foi muita sorte não termos mortes de civis diante da força militar usada contra essas pessoas. O comandante e esse governador nazista podem ir dormir em paz. Podem fazer de conta que a culpa é dos professores…

    Resposta
  • 30/04/2015, 08:23 em 08:23
    Permalink

    desculpe comandante tenho dó do senhor quando poe a cabeça no travesseiro.Deve ser dificil cumprir ordem dada por um retardado deste naipe.

    Resposta
  • 30/04/2015, 15:21 em 15:21
    Permalink

    A policia agiu corretamente. Manteve a ordem contra um bando de baderneiros. Contra vandalos é pau e cassete. Todos tem direito de protestar e após os protestos tem-se ainda o POder Judiciário para dirimir as lides. Agora, não deixar votar, nem a APP e nem professor metido a besta tem esse direito.

    Resposta
    • 30/04/2015, 19:00 em 19:00
      Permalink

      Jairo.
      Voce deve ser mal intensionado ou pau mandado de alguêm.
      Seu ignorante, não sabe o que está falando. Procure saber o que os funcionários reivindicavam antes de falar besteira.
      Procura saber o que é estado democrático de direito, e conheça as regras da Paranaprevidência antes de tecer seu comentário.

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: