“De onde saiu esse homem meu Deus do céu”. Da senadora Katia Abreu, sobre o General Mourão

Parece mesmo que o tal de general Mourão, vice de Bolsonaro, quer mesmo testar a paciência do eleitor brasileiro. Em visita ao Paraná chegou a dizer que uma nova Constituição não precisaria, por exemplo, da participação popular.

Agora, mais um tiro no pé. Afirmou ontem que o Brasil vive uma crise de valores e que famílias desestruturadas levam ao surgimento de “elementos desajustados”, que “tendem a ingressar em narco-quadrilhas”.

“Família sempre foi o núcleo central. A partir do momento que a família é dissociada, surgem os problemas sociais que estamos vivendo e atacam eminentemente nas áreas carentes, onde não há pai nem avô, é mãe e avó. E por isso torna-se realmente uma fábrica de elementos desajustados e que tendem a ingressar em narco-quadrilhas que afetam nosso país”, afirmou ele em evento do Sindicato da Habitação (Secovi), em São Paulo.

Mourão foi duramente criticado após a declaração. A candidata a presidente pela Rede, Marina Silva, destacou a “valentia” de mulheres que comandam suas casas.

“É uma afronta chamar de desajustados os filhos de 11,6 milhões de mulheres que chefiam lares. Elas enfrentam sozinhas todas as dificuldades para dar um futuro a filhos e netos. É da valentia dessas mães e avós que nasce o milagre da sobrevivência de milhões de pessoas”, disse Marina no Twitter.

A candidata a vice-presidente na chapa de Ciro Gomes (PDT), senadora Kátia Abreu, afirmou que criou três filhos sozinha. “De onde saiu esse homem meu Deus do céu. Criei 3 filhos sozinha como milhares de mulheres do Brasil”.

Também no evento em São Paulo, o candidato a vice-presidente de Bolsonarodefendeu o trabalho da polícia, dizendo que é preciso investir em tecnologia, e lamentou que ela seja criticada quando age contra bandidos. “Direitos humanos são para humanos direitos”, disse.

*Da Exame.

9 comentários em ““De onde saiu esse homem meu Deus do céu”. Da senadora Katia Abreu, sobre o General Mourão

  • 18/09/2018, 15:47 em 15:47
    Permalink

    Com certeza de um lugar melhor do que de onde saiu a baixíssima Katia Abreu…..

    Resposta
    • 19/09/2018, 10:30 em 10:30
      Permalink

      Tá defendendo o general do Bolsonaro? Tolice sua. O general foi enquadrado. Sim, até a equipe de campanha do Bolsonaro mandou o general calar a boca! Pode pensar sandices mas não pode falar… Quá! Quá! Quá!

      Resposta
  • 18/09/2018, 19:28 em 19:28
    Permalink

    Da Fazenda de cationa Tocantins ex UDR oras.

    Resposta
  • 18/09/2018, 20:56 em 20:56
    Permalink

    Olha até esse blogueiro é esquerdista alimentado por um governo que ceva a mídia jornalistica deste país para se perpetuar no país, general está corretíssimo não precisa de mim outra vez para uma nova constituinte, eles estando lá já estão com meu aval para formarem isto, suas ideiai são melhores e nos representam muito melhor que uma constituição antiga cheia de falhas e buracos que ajudam somente os que dela se beneficiam, as famílias que se julgam tradicionais tem sim virado verdadeiras quadrilhas na política, é escândalo atrás de escândalo, tem que parar com esse discursinho de ficar procurando pelo em ovo e agir, uma baita de uma vergonha esse país, 26 anos esse país só dando vergonha, é Collor , FHC , PT , poxa não salva um aí vem me dizer que na década de 60, 70 e 80 foi pior , a faça mil favor , naquela época só era ruim pra quem fosse bandido , safado, desordeiro que não sabia obedecer regras …… Dúvido o Sr. Postar meu comentário Sr. Paçoca!

    Resposta
  • 19/09/2018, 01:07 em 01:07
    Permalink

    O típico caso de escolher as palavras erradas pra dizer a coisa certa. Sim, filhos de famílias desestruturadas são mais propensos a seguir pelo caminho do crime, o brasileiro médio sabe disso, mas como tudo relacionado ao Bolsonaro, o negócio é levar ao pé da letra pra apresentar a coisa numa visão totalmente negativa. É meio o que aconteceu com o Rafinha Bastos.

    Resposta
    • 19/09/2018, 16:03 em 16:03
      Permalink

      Meu amigo, não somos analfabetos nem surdos. Compreendemos com clareza o discurso de seu vice-presidente. A citação de famílias pobres comandadas por mães e avós não apresenta duplo sentido. Como também a definição do seu vice-presidente de que países africanos e da América do Sul não passam de uma “mulambada” não deixa nenhuma dúvida. Não adianta, querido amigo, tentar colocar terninho de diplomata da ONU no lugar da farda de general no seu vice-presidente. Não vai encaixar…

      Resposta
  • 19/09/2018, 09:56 em 09:56
    Permalink

    General Mourão? Quá! Quá! Quá! Igualzinho seu chefe… Alguém quer a volta da CPMF? Basta votar no Bolsonaro! Verdade. Não é fake news. Basta votar no Bolsonaro! O guru do Bolsonaro, a cabeça do Bolsonaro sobre economia (o Bolsonaro admite que não sabe porra nenhuma de economia – e como ele passou 7 mandatos votando orçamentos?) acabou de defender a volta da CPMF. Quá! Quá! Quá!

    Resposta
  • 19/09/2018, 17:22 em 17:22
    Permalink

    Londrina que escolheu o Belinati 4x que escolheu o Beto Richa com mais de 70% dos votos com certeza vai votar em peso nesses dois debiloides de farda,é o sadomasoquismo,tá doendo mas ta gostoso.

    Resposta
  • 19/09/2018, 22:13 em 22:13
    Permalink

    O melhor disso foi a reação do Lula. Ele teria escrito uma carta (porque depois que foi preso passou de “eles vêm com quatro preda na mão” a um intelectual devorador de livros e ensaista) em que contesta o Mourão dando o exemplo da mãe dele, que criou os filhos sozinha, analfabeta e pobre.

    Tipo, o cara é um mafioso que está preso por lavagem de dinheiro, corrupção, com certeza vai rodar por ocultação de patrimônio (e com certeza declarar propriedades com menor valor deve dar algum problema, que nem os tais dois apartamentes de 36 mil cada), e quer servir de exemplo de que crescer em família desestruturada dá certo, hue.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: