Diretor-geral da OMS desautoriza Bolsonaro

Por Jamil Chade/UOL

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, mandou uma resposta direta ao presidente Jair Bolsonaro, que insistiu em minimizar o coronavírus e chegou a classificá-lo como uma “gripezinha” ou “histeria”. Questionado pela coluna sobre qual mensagem ele passaria para o presidente brasileiro, o africano que lidera a agência de Saúde foi claro em contestar sua posição e desautorizar Bolsonaro.

“Em muitos países, as UTIs estão lotadas e essa é uma doença muito séria”, declarou Tedros.

O tom usado pelo presidente Jair Bolsonaro em sua mensagem ao país na noite de terça-feira sobre o coronavírus deixou entidades internacionais perplexas e preocupadas com o destino de milhares de pessoas. Em sua fala, Bolsonaro questionou alguns dos pilares martelados desde janeiro pela OMS para tentar frear a pandemia. Ele colocou em xeque o distanciamento social e o fechamento de escolas. Mas, acima de tudo, deu a impressão de que a doença apenas atinge os mais velhos, algo que a OMS tem alertado que não é o caso. (leia mais)

9 comentários em “Diretor-geral da OMS desautoriza Bolsonaro

    • 26/03/2020, 10:10 em 10:10
      Permalink

      Meu amigão Genildo, essa matéria que está no link é baseada num programa da Fox News, canal do Trump, canal preferido dos protestantes branquelos da direita americana. A matéria está criticando o governo chinês na questão do coronavírus. Bobagem. Eu mesmo acompanhei pela imprensa internacional e por moradores – alguns estudantes brasileiros – de Wuhan o começo da expansão do vírus. A Fox News bate na China mas o Trump faz acordo com a China. Os macaquitos do Trump no Brasil, a família Bolsonaro, tenta bater na China mas o Bolsonaro pediu pelo amor de deus à China que participasse do último leilão no setor petrolífero. A China foi o único país estrangeiro a participar desse leilão se associando à Petrobras. Te cuide, parceiro, que o corona pode te pegar e se, você for velho, o Bolsonaro vai até gostar: um a menos na folha do INSS.

      Resposta
      • 26/03/2020, 17:48 em 17:48
        Permalink

        Amigão???? Prefiro o Marcola com Covid-19 a você……. cara, pra dar tanta volta e tentar ser convincente em suas escritas, devem te pagar muitíssimo bem hein! Você se julga um dos intelectuais de esquerda mas não passa de um otário contemporâneo. Para gente como você apenas o desprezo e em casos extremos, no máximo 3 linhas de texto.

        Resposta
        • 26/03/2020, 23:44 em 23:44
          Permalink

          Quá! Quá! Quá! O amigão perdeu as estribeiras… Meu comentário ficou um pouquinho extenso porque tive o cuidado de ler o texto do seu link. Será que você leu? A linha ideológica da Fox News é tão manjada quanto o site (ruim pra caralho!) bolsonarista que acolheu o Briguet. De onde tirou a ideia de que me julgo um dos intelectuais de esquerda? Amigão, não sou igual o seu presidente que precisa ficar avisando que ele que é o presidente, que ele é quem manda. Quanto a ficar com o Marcola com Covid-19, é uma belíssima declaração de amor. Quá! Quá! Quá!

          Resposta
    • 26/03/2020, 10:40 em 10:40
      Permalink

      Eu não sabia que o presidente era funcionário da OMS…

      Resposta
  • 25/03/2020, 23:03 em 23:03
    Permalink

    Gente, temos um presidente terrorista! Ele anunciar que o confinamento social vai levar o povo ao desemprego e à fome vai trazer desesperança no primeiro momento e revolta depois. O presidente não anuncia nenhum apoio econômico às pessoas, às pequenas empresas a não ser migalhas. Juntando o sentimento de humanidade de Bolsonaro e Paulo Guedes não chega a zero. São “autoridades” que nunca chegarão à estatura de governantes estrangeiros que estão oferecendo aos seus povos condições mínimas de sobrevivência para enfrentar o vírus mortal. Devolver o país à “normalidade” agora é espalhar mais rapidamente o vírus e acrescentar mortes e mais mortes nas estatísticas. Tudo pra mostrar que ele, Bolsonaro, manda mais que governadores e prefeitos. Também vai esperar o quê de uma criatura que defende a tortura e a morte em massa?

    Resposta
    • 26/03/2020, 18:02 em 18:02
      Permalink

      Deixa de ser alienado…….a esperança dos canhotos é recessão, fome, desemprego e inflação, assim terão um discurso para as próximas eleições presidenciais.

      Resposta
  • 26/03/2020, 10:25 em 10:25
    Permalink

    Publicação de Arnaldo Jabor.
    Não concordo com tudo que Bolsonaro diz ou faz e menos ainda quando entra em discussão com o nosso governador mas, isso é fato (Marilda).
    Bolsonaro é um tipo de cara sem etiqueta, daqueles que encontramos coçando o saco no barzinho jogando bilhar. Apesar de ter mais estudo do que qualquer professor de humanas da geração Paulo Freire e mais inteligência emocional do que qualquer outro político brasileiro, não há polidez em suas palavras e tão pouco elegância em seu comportamento. Isso é o que mais incomoda artistas, jornalistas, feministas mal amadas e complexadas, homens frágeis, covardes oportunistas, religiosos falidos na luta contra a própria imoralidade, maconheiros, pedófilos, estupradores e toda patrulha do politicamente correto que suportou calada um circo de corrupção durante duas décadas, mas que agora é ferida com as palavras do presidente “não pudico”. Bolsonaro é o milico com piadinhas sem graça, é o tiozão que pergunta se já temos pentelho, é um elefante em uma loja de cristais, mas o que me faz a cada dia gostar mais desse cara, é o tipo de gente que não gosta dele, que se ofende com tudo que o cara faz, que do óleo venezuelano em nossas praias à histeria mundial perante o coronavírus, buscam um meio de responsabiliza-lo. Bolsonaro realmente é o cara que você passa gostar, quando vê o lixo de gente que não gosta dele.
    Não gostou? Morde as costas e entra na fila…😎👈
    (COPIEI E COLEI, texto muito bem explicativo)

    2
    Você e Marilda Santos

    Resposta
    • 26/03/2020, 13:36 em 13:36
      Permalink

      O Arnaldo Jabor tenta fazer de Bolsonaro um Einstein folclórico. Tolice. Bolsonaro é apenas um cara do mal, que sente empatia só pelos filhos e por gente igualmente do mal, como os milicianos, por exemplo.

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: