Dois presos em caso de exploração sexual

O Gaeco prendeu de novo, mais duas pessoas na investigação sobre a rede de exploração de adolescentes em Londrina. É o empresário Antonio Crippa Neto, que teve prisão preventiva decretada. Ele já havia sido detido em abril. O agricultor Odair Aparecido Favali também foi preso. Os dois foram citados nos dois inquéritos. Crippa contratava as adolescentes e também intermediava outros envolvidos. Os dois detidos foram levados ao Gaeco.

Deixe uma resposta