É meu amigo, o velho ditado: Parente é Serpente

Informa o jornalista Celso Nascimento, do Contraponto, que o tio do governador Ratinho Jr, Ney Massa, andou pelas prefeituras insinuando que ao contratar shows de sua empresa – a Massa Eventos – poderia facilitar a vida dos prefeitos junto ao governador principalmente na liberação de verbas para os municípios. (leia mais)

Obviamente a conversa foi para nos ouvidos de deputados estaduais que relataram ao governador. Ratinho Jr mandou o recado: Ninguém está autorizado a falar em nome dele, muito menos parentes.

Azedou o almoço em família.

 

3 comentários em “É meu amigo, o velho ditado: Parente é Serpente

  • 13/04/2019, 22:01 em 22:01
    Permalink

    Pra quem fez a campanha usando o mote da nova forma de fazer Política mas socorrendo velhas raposas do rabo felpudo (como Requião se referia ao desafeto Aníbal Khyry) e conhecendo bem o passado do Ratinho pai, nao me surpreende. O Beto Richa ambem começou o governo com alto índice se popularidade e acabou da pior forma possível e merecido de um político corrupto. Vamos agiardar.

    Resposta
  • 14/04/2019, 08:08 em 08:08
    Permalink

    Tio hiperdistante?

    Resposta
  • 15/04/2019, 11:13 em 11:13
    Permalink

    Realmente a nossa política vive de parentesco e compadrio. No plano federal, a “novidade” é o passaporte diplomático dado pelo governo Bolsonaro ao bispo Edir Macedo e esposa. O bispo e esposa vão poder levar para fora do Brasil malas de dinheiro, digo, ajuda aos brasileiros do exterior sem serem incomodados nos aeroportos. Mas a gentileza do Bolsonaro com o bipo Edir Macedo vai ainda mais longe. Com o dinheiro dos nossos impostos, Bolsonaro deu, digo, gastou em publicidade na TV do bispo Edir Macedo a bagatela de R$ 10,3 milhões apenas nos três primeiros meses deste ano. No ano passado, a TV Record recebeu R$ 1,3 milhão. Crescimento de 660% nas verbas federais.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: