Ex-prefeito de Cocal diz que não roubou tanto quanto o prefeito atual

do Olho Aberto Pr

O ex-prefeito de Cocal, no Piauí, José Maria Monção, proferiu uma fala inusitada durante uma convenção do MDB na cidade, realizada nesse domingo (6). Durante o discurso, ele disse que “roubou menos” que o atual prefeito, Rubens Vieira (PSDB). A fala viralizou nas redes sociais.
“Não é que o Cocal também seja o fim do mundo, mas passa a administração e todos padecem. Eu fui prefeito três vezes, eu sei o meu sofrimento, mas também não roubei o tanto que esse aí roubou”, afirmou. “Está entendendo? Esse é descarado, esse está é afundando o Cocal”, disse Monção em referência ao atual prefeito da cidade.

“Eu posso até ter tirado alguma coisa, dado aos pobres”, declarou. “Se eu fui preso, tem um motivo”, completou ele.

Em 2009, Monção foi preso durante a Operação Harpia, da Polícia Federal, acusado de desviar dinheiro do Fundeb.

Outro lado

Em nota divulgada nessa segunda (7), Rubens Vieira afirmou que ficou surpreso com o discurso de Monção que circulou nas redes sociais.

“Rubens Vieira foi surpreendido na data de hoje com o compartilhamento, em alta dimensão, de trechos de um discurso de ódio e cheio de acusações levianas proferidas por adversário político”, diz a nota.

Vieira ainda ressaltou que “José Maria Monção, ex-prefeito de Cocal-PI, expôs de maneira confessa um conjunto de irregularidades de seu grupo político, e tentou justificar suas ações realizando uma exposição indevida do atual prefeito”.

Deixe uma resposta