Marqueteiro interfere tanto que candidato de Rolândia leva uma dura durante debate

Os Conselhos Municipais de Cultura, Meio Ambiente e Turismo e o  Sindicato Rural Patronal, reuniram-se na quinta-feira à noite para ouvir propostas dos três candidatos a Prefeito de Rolândia. Todos os que estavam no auditório do Sindicato Rural Patronal testemunhavam as constantes investidas do marqueteiro de Curitiba, Mário Edson (o mesmo que fez a campanha passada do prefeito cassado Joni Lehmann) no ouvido do candidato João Ardigo. Muitos ficaram incomodados com a incessante movimentação do marqueteiro, mas ficaram na boa.

Mas, fugindo do combinado, o presidente do Conselho Municipal de Cultura, Wagner Campos, o popular Vavá, assim que pegou o microfone, resolveu botar a casa em ordem, e discursou: “João Ardigo, considero você meu amigo, uma pessoa boa e simples, mas por favor, seja você mesmo, durante toda reunião esse seu marqueteiro não parou de ficar soprando coisas no seu ouvido. Seja você mesmo. Será que você precisava contratar um marqueteiro de fora (Curitiba)? Será que não existe um profissional em nossa cidade?”

O mal estar foi geral. Partidários de João Ardigo tentaram calar Vavá. Foi pior. Ele ergueu a voz e disse: “Sou um cidadão de respeito e que pago todos os meus impostos em dia, e sou livre para dizer o que quiser”.  No fundo do auditório, o marqueteiro ficou em silêncio. Constrangido, o candidato João Ardigo ainda tentou se justificar, mas a emenda saiu pior que o soneto. Obviamente que a invertida do marqueteiro já está nas redes sociais. José A. Rosa comentou: “Parabéns ao Vavá pela coragem de colocar o dedo na ferida. Eleição deveria ser levada mais a sério, pois é o futuro da cidade que está em jogo. O marqueteiro demonstrou durante a reunião,  na prática, como se faz manipulação, fazendo de um candidato um mero produto para o consumo do eleitor. Vergonhoso isso, e o João que é uma pessoa simples e boa, não deveria se submeter essa manipulação”.

Um comentário em “Marqueteiro interfere tanto que candidato de Rolândia leva uma dura durante debate

  • 20/11/2015, 14:12 em 14:12
    Permalink

    Quem está por trás: Eduardo Sciara, Reihold EStefanes e Marcelo Catani.

    Resposta
  • 20/11/2015, 14:35 em 14:35
    Permalink

    Coitado desse João Ardigo, virou um boneco na mão do Joni, do Danilson do Cobra, e claro, do marqueteiro. Se vier a ganhar, nunca mais terá paz, os urubus vão cobrar caro pelo apoio.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: