Mistério…

Coluna Esplanada/Jornalista Leandro Mazzini

Enquanto militares técnicos da FAB (Força Aérea Brasileira) se debruçam sobre os dados coletados do monomotor experimental que caiu em Luziânia (GO) com o ex-senador boliviano Roger Molina (que o pilotava), a Polícia Civil não descarta a tese de sabotagem. Molina, asilado no Brasil desde que fugiu da Bolívia, revelou há três meses, na entrevista à e-webtv da Coluna, que pretende voltar a La Paz no ano que vem e se candidatar. Ele acusa o presidente Evo Morales de narcotráfico. Até ontem, Molina estava em estado crítico após o acidente.

 

Deixe uma resposta