Não foi a Secretaria de Meio Ambiente, foi a CMTU que fez a matança das amoreiras

Ontem o pessoal da Secretaria de Meio Ambiente de Londrina informou que não foi a secretaria que derrubou vários pés de amoreira no fundo de vale do Vale do Rubi, próximo ao Lago Igapó 2.

Foi a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização. Pois bem, ontem vários funcionários da CMTU, com pelo menos quatro caminhões, estacionaram no vale e fizeram um estrago que revoltou moradores. Eles, simplesmente, foram derrubando várias árvores, muitas delas frutíferas. 

As amoreiras atraiam pessoas de vários bairros de Londrina no período que iam colher os frutos para doces, sucos, etc.

Agora, qual o critério usado para destruir as árvores frutíferas, que faziam a alegria também das aves e vários bichos que vivem no local só mesmo os ecologistas da CMTU pra explicar.

8 comentários em “Não foi a Secretaria de Meio Ambiente, foi a CMTU que fez a matança das amoreiras

  • 20/04/2018, 11:08 em 11:08
    Permalink

    Isso só evidencia que há claramente uma disputa de poderes entre as secretarias. Não há diálogo entre as chefias que dirá com a população!

    Resposta
    • 21/04/2018, 20:15 em 20:15
      Permalink

      Cidadã indignada, pelo visto você deve ser funcionária da secretaria do ambiente. Você fala em diálogo?? É quando vocês vêm e multa por poda, pois além de não realizarem o serviço de vocês, também não insttuem como fazer. Ah!! Para com essa conversa de falta de diálogo de secretaria, é só cada uma fazer seu serviço que não precisam nem conversar, tudo anda

      Resposta
  • 20/04/2018, 11:22 em 11:22
    Permalink

    A CMTU é um câncer para Londrina

    Resposta
    • 20/04/2018, 18:18 em 18:18
      Permalink

      Perfeito. CMTU e IPPUL.

      Resposta
  • 20/04/2018, 13:14 em 13:14
    Permalink

    A responsabilidade final é do Prefeito que é o representante do Município.
    Portanto é cabível uma ação de improbidade contra o mesmo , ou não?
    Com a palavra nossas autoridades judiciárias.

    Resposta
  • 20/04/2018, 19:31 em 19:31
    Permalink

    Onde fica a “mata ciliar” a “área de preservação permanente APP” o respeito ao Meio Ambiente, alguma coisa muito errada está acontecendo e tenho 99% de certeza que não é culpa da SEMA. ESSAS AÇÕES DEIXAM A CIDADE MAIS POBRE.

    Resposta
    • 23/04/2018, 20:33 em 20:33
      Permalink

      Mas aquele 1%…bem como diria o ilustre poeta Wesley Safadão!

      Resposta
  • 21/04/2018, 21:27 em 21:27
    Permalink

    Que que é isso Marcelo Cortez???? Foi mal,foi pessimo! É olhe que nem moro ai,mas me incomoda esse de acao contra a natureza e meio ambiente.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: