Planejando uma Caapsml mais forte

O prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff (PSD), declarou ontem que 2015 será “o ano da Caapsml”. Durante a cerimônia de comemoração do 58º aniversário da instituição, realizada na sede da OAB, ele ressaltou a importância de fortalecer a instituição e prepará-la para os desafios de médio e longo prazos. A Caixa de Assistência, Aposentadoria e Pensões dos Servidores Municipais atende hoje cerca de 9 mil servidores e cerca de 3 mil aposentados e pensionistas. Kireeff elogiou e parabenizou o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo superintendente Denilson Novaes.

Um passo a frente

Sugestões não vão faltar para embasar o prefeito na hora de decidir os rumos da Caapsml. Também ontem a noite a comissão formada por servidores da instituição, da secretaria de governo, câmara de vereadores, procuradoria , controladoria e da associação dos aposentados entregou a Kireeff um documento com propostas para fazer frente ao déficit atuarial – diferença entre o volume de arrecadação e o volume do custo das aposentadorias.

Valentes

Considerada uma das Caixas de previdência municipais melhor gerenciadas do país, ainda assim, a Caapsml tem enfrentado vários desafios práticos com “ valentia” já que o comprimento do cobertor de Londrina é curto… Melhorou o atendimento, ampliou sua rede de contato com seu público com várias ações e implantou “produtos” de comunicação como uma página do FB e uma cartilha.

Movimentando a cidade

A Caapsml movimenta anualmente R$ 40 milhões na cidade, na área de saúde através do plano de saúde, com assistência médica e exames. Em 2015 deverão ser cerca de R$50 mihões.
Do total do orçamento do município, a Caapsml deve receber em 2015 cerca de R250 milhões, lembrando que estes recursos não são propriamente investimentos e sim relativos aos recolhimentos dos fatores previdenciário patronal e do trabalhador previstos em lei.
Compondo este total estão cerca de R$ 50 milhões; volume gerado pelo plano de saúde pago pelos servidores.

Deixe uma resposta