Polícia Federal faz arrastão em cinco estados e desarticula contrabando internacional de drogas

Em Londrina, apreeensão de carros de luxo: Foto Alberto Dangele
Em Londrina, apreensão de carros de luxo: Foto Alberto Dangele

Foi-se a época em que traficante morava em favelas. Agora os caras querem desfrutar os prazeres do dinheiro fácil em belas casas em condomínios de luxo.

Hoje de manhã a Polícia Federal deu início a Operação Ferrari, para desarticular cinco núcleos de traficantes internacionais de droga, lavagem de dinheiro e outras coisas mais. A Operação está sendo executada em cinco estados brasileiros – Paraná, São Paulo, Bahia, Sergipe e Mato Grosso do Sul – e advinha se Londrina não é uma das cidades chaves da bagaça.

Participam do arrastão, 300 policiais. Na cidade foram estão sendo cumpridos 49 mandados – 20 de prisão preventiva, 7 de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão. Carros de luxo estão sendo levados para a sede da Polícia Federal. Ainda não está confirmado o número de presos em Londrina.

A Justiça também determinou o bloqueio de bens do grupo. A Polícia Federal calcula que o patrimônio do grupo passe de R$ 40 milhões.

Um comentário em “Polícia Federal faz arrastão em cinco estados e desarticula contrabando internacional de drogas

  • 15/06/2015, 11:09 em 11:09
    Permalink

    Como já disse Chico Buarque, na música em Homenagem ao Malandro:
    “Malandro com aparato de malandro oficial
    Malandro candidato a malandro federal
    Malandro com retrato na coluna social
    Malandro com contrato, com gravata e capital”

    Resposta
  • 15/06/2015, 11:22 em 11:22
    Permalink

    Tudo continua na mesma. Tem o traficante que mora na favela e tem o traficante que mora no condomínio fechado e frequenta o seleto clube das pessoas “importantes” da cidade. Antes só o primeiro era incomodado pela polícia. Agora o traficante capitalista, ou capitalista traficante, o atacadista das drogas, o banqueiro financiador do tráfico, todo mundo também está indo pro saco. Agora que a polícia está chegando ao andar de cima, vai ganhar força a campanha pela legalização do comércio de algumas drogas. Aposto.

    Resposta
  • 15/06/2015, 16:27 em 16:27
    Permalink

    Cadê o nome dos envolvidos? Tanto barulho, carrões e granas e não aparece ninguém na fita? Seriam sujeitos ocultos?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: