Policiais e publicitários são presos acusados de assassinato

Quatro policiais e um publicitário tiveram prisão decretada. Eles são acusados de participar de um homicídio qualificado de um homem em março. O caso também é um desdobramento da chacina no início deste ano, em Londrina. A decisão é da 11ª Promotoria de Justiça. No caso Pedro Melo Domingos, de 28 anos teria sido abordado e logo em seguida recebido vários disparos de arma de fogo. Quatro policiais participaram da execução do homem. São eles: João Paulo Roesner, Jefferson José de Oliveira, Julio Cesar da Silva e Thiago Morales. Depois de matarem a vítima eles teriam pedido que o tenente Danilo A. Mori Azolini e o publicitário Fábio Antônio Lucena levassem a arma para plantá-la no local.

Deixe uma resposta