PSDB não vai apoiar ninguém e libera filiados

Tucanos vão pro muro. É o que anunciou ontem o ex-candidato a presidência da República Geraldo Alckimin, após reunião da Executiva Nacional do PSDB.

“O PSDB decidiu liberar os seus militantes e os seus líderes. Nós não apoiaremos nem o Haddad, nem o candidato Bolsonaro. O partido não apoiará nem um nem outro e libera seus filiados e líderes para que decidam de acordo com a sua consciência, convicção e realidade de seus estados. Essa foi a decisão ouvindo todo o partido.”, disse Alckmin em coletiva na sede do partido, em Brasília.

O presidente tucano destacou que esta posição é a coerente e já vinha sendo sinalizada ao longo de sua campanha à Presidência da República.

“Nós vínhamos ao longo da campanha apontando isso, que entendíamos que não era nenhum dos extremos, que seria a solução nesse momento difícil que o Brasil atravessa e vamos manter a coerência. Não nos sentimos representados nem por um nem por outro. Nós falamos isso a campanha inteira.”, pontuou.

Um comentário em “PSDB não vai apoiar ninguém e libera filiados

  • 10/10/2018, 17:28 em 17:28
    Permalink

    4:19 – “Nosso fim maior é derrotar o PT! Não podemos deixar esse partido voltar ao poder!”

    4:20 – “Não seremos contra nem a favor do PT.”

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: