Reunião na Sercomtel, decisão: jogar a criança no colo do governador

Pois muito bem. Acabou agora há pouco a reunião entre o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, o presidente da Sercomtel Hans Muller, presidentes e diretores de entidade, populares, vereadores, etc, etc.

Convocada pelo prefeito, até que houve boa resposta no quesito presença. Houve discursos sobre a importância da Sercomtel para a cidade e para a região; sobre como é bom (?) ter uma empresa telefônica própria e coisa e tal. Quase nada se falou sobre as bobagens feitas no comando da empresa em todos estes anos, bobagens políticas, bobagens administrativas, bobagens corporativas.

Depois do blablablá de sempre, ficou definido o seguinte: Governador Beto Richa, você pode não ser o pai biológico, mas vai ter que adotar a criança.

Bom pelo menos é o que o prefeito Marcelo Belinati quer. Ele deixou claro que se o governo do Paraná não entrar na parada, talvez até da Copel, sócia da Sercomtel, as portas serão fechadas.

O pessoal do Forum Desenvolve, entidade que congrega várias outras entidades empresariais e profissionais da cidade ficou incumbido de escrever uma carta ao governador Beto Richa pedindo socorro. Será marcada uma reunião em Curitiba – com a participação de vários representantes das entidades – para conversar com o governador.

Ou seja, nada mais nada menos do que vem sendo tentado nas últimas semanas para não tirar o tubo da Sercomtel.

O grande problema é que canetadas políticas deste tamanho em favor de empresa que concorre no mercado privado são quase impossíveis considerando as leis atuais.

Aguardemos.

 

11 comentários em “Reunião na Sercomtel, decisão: jogar a criança no colo do governador

  • 17/10/2017, 22:22 em 22:22
    Permalink

    Fazer a prefeitura pagar o empréstimo fraudulento feito pelo tio Bila nada?
    Fazer o Tio Belinati e quadrilha devolver o dinheiro surrupiado nada?
    A culpa é dos belinati.

    Resposta
  • 18/10/2017, 08:08 em 08:08
    Permalink

    ninguen faz omelete sem quebrar os ovos…..sem dinheiro fim de papo.

    Resposta
  • 18/10/2017, 08:41 em 08:41
    Permalink

    Chutar pois comissionados e integrantes de conselhos, que devem chegar às centenas, e traçar um plano pra voltar a ter um produto viável (estamos na era da internet, e os serviços da empresa são ruins e caros) nada? Só quer mais dinheiro pra continuar pagando os apadrinhados, é isso?

    Resposta
  • 18/10/2017, 10:03 em 10:03
    Permalink

    Em “A importância da Sercomtel para cidade e região”, entendam a importância da Sercomtel para os funcionários (incluindo os que nunca conseguiriam ganhar o salário que ganham na Sercomtel se fossem pra iniciativa privada), para o políticos (que fizeram dela cabidão de emprego pra pagar dívidas de campanhas e enriquecer diretores e presidentes incompetentes) e para a Mídia, para o Malucelli e outros que receberam montanhas de “patrocínio” e publicidade.
    Para a população, Internet e telefone mais caros que os dos concorrentes e com qualidade pior..
    Para a prefeitura e estado, milhões de prejuizos acumulados.
    Dó dos funcionários mais baixos, que levam a empresa nas costas e ganham mixaria.

    Resposta
  • 18/10/2017, 11:16 em 11:16
    Permalink

    O bebê está doente.

    Resposta
  • 18/10/2017, 12:12 em 12:12
    Permalink

    engraçado passei hoje de manhão na CAMARA e o efeito BOCA ABERTA ja estava valendo, uma viatura e dois agentes prostados de pé para defender a grande honra dos nossos edis…..este guardas deveriam e ficar em locais onde realmente os bandidos ficassem do lado de fora ameaçando a população.

    Resposta
  • 18/10/2017, 14:32 em 14:32
    Permalink

    cade um vereador pra propor um plebicito/referendo de venda??? essas jabuticabas….

    Resposta
  • 18/10/2017, 21:20 em 21:20
    Permalink

    Caravana para entupir o Palácio das Araucárias, eu topo. Mas sem pão, “mortandela”, e guaraná refriko. E sem bala de Borracha, especialidade do Alberto Roberto.

    Resposta
  • 18/10/2017, 22:16 em 22:16
    Permalink

    Tudo bem seu Pilatos. Mas não vai cobrar os responsáveis por este caos patrocinado por gestores de atuaçãp fraquinha? Ações trabalhistas não param de pipocar. A última como as demais, pede equiparação salarial. Transferiram uma funcionária para uma determinada equipe, onde 6 pessoas ganham menos da metade do salário desta servidora. Adivinha o que aconteceu neste caso? Um espertinho, pilantra, que estava esperando a oportunidade, ajuizou
    Ação trabalhista pedindo equiparação salarial. Mas como é praxe, a empresa não faz um esforço para acabar com este problema crônico, pois, embora reconheça o problema e está ciente de que poderá ser acionada na justiça, “vai pagar para ver” Isso é um absurdo vindo de um ex-gerente que o Belinati quer presentear c uma diretoria, e corroborado por um ex presidente da ASK! Da era Barbosa Neto sobre a posição da empres e que ficoumuito bem evidenciado no vídeo da mesa Redonda de conciliação em Curitiba. Tanto que recebeu um puxão na orelha e aconselhada pela desembargadora a resolver estas pendências para evitar novas demandas trabalhistas.

    Resposta
  • 19/10/2017, 07:15 em 07:15
    Permalink

    O Teatro continua. Terça a noite o prefeito falou, nas não disse Basã. Ontem o governador foi a igreja para. Se benser das dúzias de denúncias que envolvem seu imaculado nome, e fez a mesma coisa. Falou mas não disse nadas, e isso que segundo o Marcelo, ele está com boas intenções em relação a Sercomtel. Sei!

    Resposta
  • 20/10/2017, 07:11 em 07:11
    Permalink

    Não tem fim! Promotora do patrimônio público vai investigar possível irregularidade no pgto de comissão a gestores e coordenadores, que já tem um ótimo salário acrescido de gratificação mais as comissões sobre todas as vendas. Ta dando pra fazer um pé de meia né? Mais uma dor de cabeças para o Hass.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: