Solidariedade lá. Aqui, nem uma palavra

Lamento o ocorrido com os colegas Senadores na Venezuela, mas questiono o real interesse nessa viagem que fizeram: solidariedade a oposição ou criar um problema para o governo brasileiro?
Não vejo por parte desses senadores a mesma solidariedade em relação aos direitos humanos em ou outros países onde há conflitos. É uma solidariedade seletiva, que atende aos interesses da oposição brasileira. O senador Aécio Neves diz defender os direitos humanos mas não ouvimos dele uma palavra sequer sobre o massacre que o governo Beto Richa praticou contra os professores no Paraná.

Gleisi Hoffmann, senadora do PT

Um comentário em “Solidariedade lá. Aqui, nem uma palavra

  • 19/06/2015, 16:11 em 16:11
    Permalink

    Dona Gleisi Hoffmann, a senhora foi secretária de Londrina e usou do dinheiro de nosso povo.
    Nunca deu nada em troca – em seus cargos que ocupou.
    Na gestão pública de Londrina – um fiasco.
    Seu assessor Glaudio é quem sabe o que fizeste.
    Na Itaipu – antes de mais nada ganhou um FGTS fajuto para poder amealhar uma grana – demitida e não exonerada a pedido como disse. Pega na mentira entrou com um pedido de explicações no MPF e não devolveu o dinheiro.
    Contratou um pedófilo e ex prefeito de Realeza – culpado até os 100 anos de cadeia que já pegou, mesmo levando ele para ser seu homem do braço direito na Casa Civil de Dona Dilma Roussef.
    Nunca apresentou uma Emenda Parlamentar para dinheiro a Londrina.
    Não fez nada como Senadora para ajudar o município, a regional da AMEPAR (aliás acho que tu não conheces ou decifra a sigla).
    Não conhece o rio Tibagi.
    Sabe nada dona Gleisi.
    E devolve o 1 milhão pro doleiro Alberto Youssef, que vai fazer falta a ele no futuro.
    E se é que não deu para o marido Paulo Bernardo, que está sem emprego desde dezembro de 2014, e não tem renda a seis meses.
    Aliás como vive o seu marido – de que renda?

    Resposta
  • 19/06/2015, 17:30 em 17:30
    Permalink

    Essa mulher ainda se dá ao desplante de abrir a boca pra falar alguma coisa??? Como ministra da Casa Civil que foi, ela é diretamente responsável pela crise que o Brasil vive agora. Além de estar com problemas relativos à operação Lava Jato. Deveria ficar calada, porque não tem condições de falar nada.

    Resposta
  • 19/06/2015, 19:59 em 19:59
    Permalink

    Lamentar o quê, senadora? Esses senadores que foram à Venezuela tentar interferir num problema externo é de uma imbecilidade total. Eu queria ver o Aécio e sua curriola aproveitar o passeio e ir se solidarizar com os presos dos Estados Unidos em Guantánamo. A senadora está gastando bits à toa.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: