Teatro Ouro Verde: E aí políticos de Londrina, vocês vão ou não vão se coçar?

O Governador Beto Richa é de Londrina; A vice Cida Borgheti é de Maringá, que fica só 100 km de Londrina; O Senador Alvaro Dias tem o domicílio eleitoral em Londrina; A Senadora Gleisi Hoffmann em Curitiba, mas o marido Paulo se não transferiu, vota em Londrina; Os Deputados Federais Luiz Carlos Haully, Alex Canziani e Marcelo Belinati são de Londrina; Os estaduais Tercilio Turini, Thiago Amaral e Cobra também de Londrina ou da região metropolitana.
Mas qual a razão de ficar repetindo isso.

É que amanhã, 11 de fevereiro de 2016, completa 4 anos que o Cine Teatro Ouro Verde vinculado a Universidade Estadual de Londrina, que por sua vez pertence ao Estado, completará 4 anos que foi destruído pelo fogo e as obras de recuperação continuam em passo de tartaruga.
Vamos se coçar senhoras e senhores.

Renato Navarro, professor

8 comentários em “Teatro Ouro Verde: E aí políticos de Londrina, vocês vão ou não vão se coçar?

  • 10/02/2016, 15:27 em 15:27
    Permalink

    para mim é ridículo erguer o teatro no mesmo lugar, fazer um teatro onde não tem estacionamento nem condições de conforto, reviver o cine ouro verde sim mas não ali….

    Resposta
  • 10/02/2016, 15:37 em 15:37
    Permalink

    Como o caixa do estado deve estar bufando com o ajuste fiscal aprovado pelo governador (aumento do IPVA, aumento do ICMS de quase 100 mil produtos, confisco da poupança do funcionalismo estadual, aumento da luz e da água muitíssimo acima da inflação…), não custa nada o governador liberar o dinheiro necessário para a reconstrução do cine teatro. Ou será que o aumento absurdo na arrecadação só está servindo para garantir o pagamento do exército de comissionados no estado?

    Resposta
  • 10/02/2016, 16:32 em 16:32
    Permalink

    Pode por na conta dos políticos outras coisas como a onda de insegurança, a crise econômica, e tantas outras coisas que eles prometem em ano eleitoral, mas lá na frente não cumprem e ainda frustam o povo.

    Resposta
  • 10/02/2016, 19:50 em 19:50
    Permalink

    Tenho sempre na cabeça que os humanos 98% nascem idiotas e 2 % sadicos,Acho que Londrina extrapola,nascem 99% idiotas e 1% sadicos e nós sádicos temos mesmo é que gozar nesses ota rios,eita povo atrasado.

    Resposta
  • 10/02/2016, 20:33 em 20:33
    Permalink

    Olá Renato. Parabéns pela cobrança. Absolutamente correta.
    Parabéns Cláudio pela divulgação e posicionamento firme.
    O que está acontecendo é inaceitável. Somos do interior e vivemos longe do poder. Não incomodamos. Londrina ficou sem um lugar para qualquer evento e perdemos um pedaço da nossa historia, da nossa identidade. O governador até foi muito ágil quanto à decisao de restauro mas agora precisa entregar o que contratou.

    Resposta
  • 11/02/2016, 08:45 em 08:45
    Permalink

    Aproveito o comentário do Marcos sobre a falta de estacionamento para sugerir a execução de um, subterrâneo, na praça em frente. Seria sensacional.Essa solução existe no mundo todo. Nos anos 80, administração W.Moreira, fizemos diversos estudos para diversos outros locais.

    Resposta
  • 11/02/2016, 10:31 em 10:31
    Permalink

    realmente, e vem mais um FILO por ai… se bem q Londrina recebe tantos eventos culturais ne? e a obra do novo teatro no marco zero, criadouro de aedes aegypti, abalando estruturas e comprometendo o que ja esta feito, e ai senhores políticos?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: