TJ determina que prefeito afastado de Rolândia reassuma o cargo

E ontem o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) determinou que o prefeito de Rolândia Luiz Francisconi Neto (PSDB) reassuma o cargo. 

Francisconi é réu em um processo decorrente da Operação Patrocínio, que apura o recebimento de vantagens indevidas em troca de alterações de contratos com a Prefeitura de Rolândia.

Segundo a decisão do desembargador Luís Carlos Xavier, da 2ª Câmara Criminal do TJ-PR, o prefeito afastado não descumpriu nenhuma medida cautelar imposta a ele e a instrução do processo já foi encerrada.

Além disso, Xavier considerou a absolvição de Francisconi em uma Comissão Processante aberta na Câmara de Vereadores de Rolândia. (leia mais)

 

Deixe uma resposta