Vem mais coisa por aí. Malandragem, tremei

E o causo da Receita Estadual do Paraná, que envolve vários de seus colaboradores, vai ganhar mais pimenta. Um depoimento secreto feito perante uma autoridade policial demonstra que um ex-sócio de empresa têxtil estaria contando tudo o que sabe. A sua substituição como sócio da empresa poderosa em Londrina seria urdida pelo Delegado da Receita de Estado de então (Marcio Lima) a mando de Luis Abi Antoun, o parente de sétima hierarquia.
Marcio Lima, para quem conhece os meandros da Receita, sabe teve ascensão fulminante (!) no órgão. A esposa dele também é fiscal estadual de ICMS, IPVA e ITCMD. O casal, que é do Rio de Janeiro, passou no concurso público e aí atuou em Londrina há algum tempo. De auditor fiscal estadual passou para Delegado da Receita de Londrina e depois para Inspetor Geral de Fiscalização em Curitiba, sempre acompanhado de José Valêncio e Jaime Nakano.

Deixe uma resposta