A “muderna” política do Paraná

Das curiosidades dessa política “muderna” tupiniquim.

O portal Plural conta que o filho mais novo do ex-governador Beto Richa foi nomeado em cargo comissionado na Assembleia. Segundo o jornalista Rogério Galindo, o  cargo tem salário de R$ 18,7 mil, mas com os benefícios o valor bruto em janeiro foi de R$ 19,7. Depois dos descontos, Rodrigo recebeu, segundo o Portal da Transparência da Alep, R$ 14,9 mil.

O caçula de Beto Richa, que tem 25 anos, está lotado na Primeira Secretaria.

E aí vem a curiosidade: a nomeação teve o dedo do amigo de Beto Richa, o deputado Luiz Cláudio Romanelli que lidera a frente parlamentar contra o Pedágio.

Em tempo, como foi denunciado pelo Ministério Público Federal, Beto Richa foi um dos beneficiários dos esquemões do pedágio. A Procuradoria Federal afirma que o tucano recebeu ao menos R$ 2,7 milhões em propinas pagas em espécie por concessionárias de pedágio no Paraná e outras empresas que mantinham negociações com o governo.

, , , , ,

Gilmar Mendes concede habeas corpus para Luiz Abi e alerta vermelho da Interpol é retirado

foto Gilberto Abelha/Jornal de Londrina

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, concedeu liminar ao pedido de habeas corpus ao réu Luiz Abi Antoun, primo mais que distante do ex-governador Beto Richa, que está no Libano, considerado foragido da Justiça desde setembro de 2018. (mais…)

, , , , , , , ,

Primo distante: Justiça mantém pedido de prisão preventiva para Luiz Abi Antoun

foto Gilberto Abelha

do Angelo Rigon

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça negou pedido de revogação da prisão preventiva decretada contra o empresário Luiz Abi Antoun (foto), investigado na Operação Publicano 2 que viajou para o Líbano com autorização judicial, mas não retornou ao Brasil no prazo previsto. Por ele estar no exterior, o mandado de prisão fo​i inserido n​o sistema de difusão vermelha da Interpol, o que levou as autoridades libanesas a apreenderem o seu passaporte. A extradição, porém, foi negada. (mais…)

, , ,

Chefe de gabinete de Richa é condenado a 10 anos de prisão

Deu ruim para o ex-todo poderoso Deonilson Roldo, chefe de gabinete e linha de frente do ex-governador Beto Richa. A Justiça Federal de Curitiba condenou Roldo a 10 anos e cinco meses de prisão pela acusação de ter favorecido a construtora Odebrecht em obras no Estado. Crimes de corrupção passiva e fraude à licitação. (mais…)

, , , ,

Justiça Criminal de Curitiba acata denúncia contra Beto Richa

O juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 9ª Vara Criminal de Curitiba acatou a denúncia contra o ex-governador Beto Richa no caso da Operação Quadro Negro.

O ex-governador é acusado de ser o comandante em chefe de uma organização criminosa que desviava recursos públicos que deveriam ser usados na Educação.

Depois de citada a defesa tem 10 dias para apresentar suas argumentações.

Veja a decisão do juiz Fischer:

 

, ,

Beto Richa é preso mais uma vez

Do G1

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) voltou a ser preso na manhã desta terça-feira (19), desta vez em uma operação do Ministério Público do Paraná. A prisão é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado. A suspeita contra o tucano é de corrupção, e ele foi preso no apartamento onde mora.

(mais…)

, , , ,

Pedágio: MPF denuncia Richa, o irmão Pepe e outros 31 por organização criminosa

O bicho está ficando cada vez mais complicado para o ex-governador aposentado do Paraná Carlos Alberto Richa (PSDB).

O Piá de Prédio, como o chamava o ex-senador aposentado Roberto Requião de Mello e Silva, tornou-se réu mais uma vez. Ontem a justiça do Paraná aceitou denúncia formulada pelo Ministério Público Federal contra o ex-governador, agora acusado de corrupção passiva e organização criminosa. O caso é o da roubalheira dos pedágios do Paraná. Conforme o MPF, o esquemão tungou R$ 8,4 bilhões dos contribuintes paranaenses. Só em propinas teriam sido distribuídos R$ 35 milhões.

, , , ,

Toni Garcia entrega mais áudios que comprometem Beto Richa

E o blog OGazeteiro traz matéria da Veja Paraná com detalhes das novas gravações entregues pelo delator Toni Garcia que complicam ainda mais a vida do ex-governador Beto Richa.

Nas gravações eles discutem porcentuais de propina descobertos pela Operação Radio Patrulha. (mais…)

, , ,

Assembleia vai fiscalizar Ratinho Jr, é o que diz o reeleito Tiago Amaral, que também está de olho na Prefeitura de Londrina

, , , , , ,

PF deflagra nova Operação: corrupção nos contratos do Pedágio no Paraná

E hoje de manhã muita gente foi tirada da cama pela malvada Polícia Federal que não entende que pessoas do bem não querem acordar cedo.

Foi deflagrada mais uma fase da Operação Lava Jato  – Operação Integração II, em quatro estados. A investigação policial tem como foco a apuração de casos de corrupção ligados aos procedimentos de concessão de rodovias federais no Estado do Paraná que fazem parte do chamado Anel da Integração. (mais…)

, , , ,

O PSOL critica os partidos tradicionais e propõe um novo modelo de gestão para o Paraná

Nascido em Cianorte, vereador em Almirante Tamandaré, o candidato do Psol ao governo do Paraná, Professor Piva, critica a forma como vem sendo conduzida administração do Estado e propõe um novo modelo de gestão.

, , , , , , , , , , , , , ,

Richa diz que motivo do estremecimento PSDB/PP tem nome: Ricardo Barros

Richa – foto do site Causa Operaria

E agora há pouco, durante uma entrevista à Rádio CBN Londrina, com a jornalista Raquel Rodrigues, Beto Richa deixou claro o que está acontecendo em sua relação com a governador Cida Borghetti (PP).

Há muito tempo houve um acordo para que o PP e o PSDB caminhassem juntos. Cida receberia o governo e concorreria à reeleição e Beto Richa evitaria que o PSDB tivesse candidato ao governo e seria o candidato ao Senado pela Chapa.

Tudo certo, nada resolvido.

(mais…)

, , , , , , ,