Discussão sobre a Sanepar e o contrato de Londrina

Em edital publicado pela Folha de Londrina no dia 28/2, a Câmara de Vereadores convoca a população para uma audiência pública para sugestões ao Projeto de Lei que prorroga por 30 anos o contrato com a Sanepar.  Pois bem, atitude louvável esta discussão.

Em 1.991  entrei com um Projeto de Lei na Câmara para municipalizar o serviço de água e esgoto e anexei 30 mil assinaturas de apoio que colhi no Calçadão, pois entendia na época que o município poderia perfeitamente assumir o serviço.

Não precisa dizer que não deu em nada, pois até agora todos prefeitos pipocaram diante do governador que evidentemente não concorda em perder sua galinha de ovos de ouro.

Mas fiquei feliz, pois esta nossa iniciativa resultou num grande beneficio para todo povo do Paraná. A Sanepar cobrava um valor pela água e o mesmo valor pelo esgoto. Com a briga em Londrina conseguimos baixar a taxa do esgoto para 80-% do valor do consumo da água.
Bom, gostaria  de deixar alguns questionamentos  sobre  este projeto de lei que prorroga por 30 anos:
1) Por que 30 anos?  na poderia ser 10 anos por exemplo?
2) Em contrapartida o que o município está recebendo em valores monetários, que poderiam ser aplicados por exemplo na limpeza, conservação, despoluição do lago e conservação dos nossos fundos de vale?  Isso está no projeto?
3) Como se sabe Londrina, subsidia várias cidades de nossa região,  o que recebemos em troca?
4) Quanto a Sanepar lucra com a cidade de Londrina e as subsidiadas por ela? Tem um conselho para fiscalizar? Isso estaria inserido no projeto?
5) Por que pagamos um dos serviços  (água e esgoto) mais caro do País.
Com a palavra nossos vereadores e nosso prefeito Kireeff, que na minha opinião estão sendo muito bonzinhos com a Sanepar.

Célio Guergoletto

3 comentários em “Discussão sobre a Sanepar e o contrato de Londrina

  • 28/02/2016, 21:23 em 21:23
    Permalink

    Holofotes…. quero saber sobre a redução dos salários dos nobres vereadores (R$12 mil mês cada um mais as verbas de gabinete R$14,400 mês por gabinete). Isso sim é motivo de discussão, dinheiro público sendo esbanjado. Prefeito técnico não fala nada sobre isso… Nem opinião dá…

    Resposta
  • 29/02/2016, 00:14 em 00:14
    Permalink

    E o sr. Célio está sendo muito bonzinho com o prefeito que parece ser um lobista da Sanepar em Londrina.

    Resposta
  • 29/02/2016, 19:15 em 19:15
    Permalink

    Adiciono: porque Ibiporã com condições muito similares, mas cpm uma população muito menor, tem tarifas muito abaixo da que Londrina paga?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: