65% dos trabalhadores vão de marmitão para economizar

Com a refeição custando em média R$ 40,64, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Benefícios ao Trabalhador (ABBT), a marmita passa a ser a principal aliada do trabalhador brasileiro que precisa economizar para manter o orçamento em dia.

Uma pesquisa da Sodexo Benefícios e Incentivos, realizada com 3.931 pessoas em todo país entre os dias entre os dias 13 e 15 de julho, mostra que 65% delas costumam levar a quentinha para o trabalho. Mas há também as que costumam almoçar em restaurantes que oferecem o prato feito (17,22%), seguido das que costumam comer em restaurante por quilo (14,68%) e em restaurantes à la carte (3%).

Um dado curioso da pesquisa é que a opção da marmita já era adota pelo trabalhador antes do avanço da inflação, com 33,15% afirmando terem o hábito de levar a comida pronta de casa por considerar ser essa uma refeição mais barata; 25,36% por preferir a comida caseira, seguido de 22,82% que passaram a levar marmita após a alta dos preços, sendo que apenas 18,67% declararam que mesmo com a alta dos preços, preferem comer em restaurante.

Leia Também

Ratinho, a arpia e Nestor Kirchner

E o maldoso de almeida, sempre tem algum circulando por aí, ao ver este quadro...

Isso se chama censura?

do Fernando Tupan O portal XV Curitiba, de Alborghetti Neto, publicou uma matéria enumerando os...

Ao vivo com o candidato a deputado Luiz Carlos Hauly

Comente!

guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Décio Paulino
Décio Paulino
10 dias atrás

Não é pra economizar não! È porque não tem dinheiro mesmo!