Câmara de Prado Ferreira quer demissão de presidente do SAMAE

Quem pensa que não há emoção em Prado Ferreira, cidade com pouco mais de 3.700 habitantes no Norte do Paraná é porque não tem acompanhado as sessões da Câmara Municipal.

Hoje os vereadores que compõem a CPI que investiga supostas irregularidades no Serviço Municipal de Água e Esgotos da cidade, o SAMAE, ouviram as ultimas testemunhas do caso. A galeria da Casa ficou lotada.

Os dois principais investigados, o diretor presidente da companhia, Sérgio Barbosa e a mulher dele, Diva Barbosa, que também trabalha no SAMAE, só conseguiram entrar na Câmara escoltados pela Polícia Militar. Os dois se recusaram a responder as perguntas dos vereadores.

A denúncia é de que nos últimos cinco anos, os dois gastaram mais de 65 mil reais em churrascarias de Londrina e região, tudo pago pelo SAMAE. Diva também teria recebido cerca de 60 horas-extras todos os meses sem trabalhar, além de adicional de insalubridade no grau máximo, muito embora trabalhe dentro de um escritório.

Os vereadores pediram a demissão do casal. Agora a jaca está no colo do prefeito Silvio Damaceno que decidirá o que fazer com a dupla.

 

Um comentário em “Câmara de Prado Ferreira quer demissão de presidente do SAMAE

Deixe uma resposta