Conselho quer que Câmara investigue venda da Sercomtel

do Angelo Rigon

Auber Pereira (foto), engenheiro que deteve a concessão da TV por MMDS em Londrina, assinou longo documento enviado para o Ministério Público Estadual, Câmara Municipal de Londrina, Polícia Federal e ao prefeito Marcelo Belinati, denunciando a tentativa de venda da Sercomtel por preço irrisório.

O pedido de instalação de uma Comissão Especial de Inquérito foi feito na semana passada, e é recheado de documentos. Auber é o presidente do Conselho Municipal de Transparência e Controle Social de Londrina. O relatório da Controladoria Geral do Município anexado ao documento do CMTCS escancara que nem a prefeitura e muito menos a empresa Sercomtel, seus diretores, funcionários e conselheiros, fizeram o cálculo do valor da telefônica estatal (Prefeitura de Londrina e Copel) para o leilão que ficou frustrado.

“Independentemente do valor acima, para que não haja prejuízo ao erário, na qualidade de sócio de uma companhia de telefonia, é necessário que se tenha estimado o valor de mercado da Sercomtel com base em técnicas comumente aceitas.  A resposta quanto a aplicação de uma dessas técnicas foi negativa”, diz trecho.

Segundo o presidente do Conselho de Transparência, a Sercomtel valeria R$ 2 bilhões. Na prática o novo acionista adquirirá, pelo menos, 71,63% da companhia ao valor de  R$ 130 milhões. ” Indagamos a Secretaria de Governo sobre a origem desse número (R$ 130 milhões) e se o mesmo foi calculado após a aplicação de algum método de avaliação (p. ex. Fluxo de Caixa Descontado). A SMG encaminhou nossos questionamentos à empresa de telecomunicações. A Sercomtel, por sua vez, informou que esse valor é oriundo de uma simulação de aporte que seria necessário para que houvesse o atingimento dos indicadores econômicos da Anatel (…) e que não foi aplicado método de avaliação de valor de empresa (valuation). Assim, procede a demanda do Conselho de Transparência, pois não há evidências de que o valor mínimo da desestatização da Sercomtel tenha sido embasado de análise técnica adequada”. (leia mais)

4 thoughts on “Conselho quer que Câmara investigue venda da Sercomtel

  • 09/06/2020, 12:05 em 12:05
    Permalink

    Ué, esse rapaz não é daquela empresa de tv ? a cidade cheia de fios enfeiando as ruas e não retirou…..
    fiquei curioso agora?

    Resposta
  • 09/06/2020, 12:19 em 12:19
    Permalink

    Controladoria deu uma pedrada no prefeito e Sercomtel.
    Politiqueirinhos.

    Resposta
  • 09/06/2020, 18:16 em 18:16
    Permalink

    Olha aí o Sercomtelão…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: