Coritiba inaugura nova iluminação do Couto Pereira, já em Londrina, apesar da emenda parlamentar...

Vi em alguns portais do Paraná que o Estádio Couto Pereira, do Coritiba, vai inaugurar a nova iluminação, toda em led e com possibilidade de efeitos de luz para shows e comemorações.

Aí um parça do blog relembra que em maio de 2022 a prefeitura de Londrina recebeu de graça o projeto para realizar as seis fundações das novas torres de iluminação do Estádio do Café.

Pago pelo Londrina Esporte Clube e com os milhõezinhos garantidos por emenda parlamentar de Filipe Barros.

Pois bem, a pergunta é: avançou ou a Fundação de Esporte vai aguardar mais alguns anos para dar início? Talvez depois da eterna reforma do Moringão que está fechado há vários anos ou será que vai aguardar a inauguração da trincheira da Avenida Leste-Oeste?

 

Compartilhe
Leia Também
Comente

3 Comments

  1. Fazer o quê? Chorar

    Capital

    https://www.bemparana.com.br/esportes/coritiba/coritiba-inaugura-nova-iluminacao-padrao-fifa-e-promete-surpresas-nesta-quarta-feira/

    Capital dos Belinatis
    https://www.pacocacomcebola.com.br/destaque/agora-vai-2/

    Implantacao E Modernizacao De Infraestrutura Para Esporte Educacional, Recreativo E De Lazer – Iluminacao Do Campo De Futebol – Estadio Do Cafe – No Municipio De Londrina – Pr

    Autorizado R$ 1.800.000,00
    Empenhado R$ 1.800.000,00
    Pago R$ 31.004,00

    https://www.camara.leg.br/deputados/204411/todas-emendas?ano=2020

  2. Johannes Fattori

    Não dá pra comparar o Couto Pereira com o Estádio do Café. Primeiro, o Couto é propriedade privada, já o Café é público. O privado é mais rápido e eficiente, todo mundo sabe disso.

    E sou contra a prefeitura ficar destinando dinheiro público para um estádio ultrapassado só para agradar a um time de futebol (que tem CNPJ privado) e seus torcedores.

    Eu sei que o time divulga (?) a cidade etc e tal, tal tal tal tal… mas só isso não justifica tamanho investimento público, afinal, o futebol profissional é um dos ramos da economia que mais geram recursos. São milhares e milhões de reais circulando todos os dias em deferentes transações, e por todas as regiões do país. Futebol tem autonomia financeira, não precisa do poder público.

    Melhor faria a prefeitura de Londrina se vendesse (privatizasse) tudo ali, incluindo o autódromo e o cartódromo.

    Com o dinheiro na mão poderia melhorar a saúde e tapar os buracos no asfalto.

    1. Traíragem

      João Fabril deve ser o Tigrinho do Capitalismo Esportivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios