Livros “desaparecem” de projeto cultural no Terminal Central de Londrina

Li agora há pouco no G1 uma matéria do jornalista Alberto D’Angele (RPC-TV), que mostra um pouco a confusão moral e ética que nosso país vem atravessando. Há pessoas que cometem pequenos ou grandes delitos, mas não entendem que isso é errado. Estamos realmente precisando amadurecer e avançar enquanto comunidade, cidadania.

Conta o Alberto que um projeto muito legal feito no Terminal Central de Londrina tem sido alvo de “espertinhos”.  A maioria dos 300 livros, gibis e revistas – que foram colocados no Terminal Central de Londrina no mês passado, para o uso comunitário – desapareceram.

De acordo com o diretor de operações da Transportes Coletivos Grande Londrina (TCGL), Daniel Martins, alguns livros foram encontrados em sebos da cidade. Outros podem estar parados nas casas de passageiros que os emprestaram, segundo Martins.

A ideia era de que os passageiros pegassem, lessem e depois devolvessem. Para fazer o empréstimo, não era preciso fazer nenhum cadastro. A aposta era na honestidade.

“Nós criamos esse espaço mês passado para que houvesse essa interação, para que se fosse um espaço de leitura, que as pessoas pudessem pegar uns livros, lê-los, devolvê-los, fazer suas doações. Mas o que aconteceu, para nossa surpresa, foi o contrário: os livros sumiram. A gente tem feito a reposição, mas os livros não estão voltando”, disse.

Martins fez um apelo: “Devolvam o livro para o espaço, tragam as suas doações para que a gente possa fazer daqui um espaço cultural, um espaço de leitura e que também mais pessoas possam interagir”.

Com o sumiço dos livros, passou-se a usar um carimbo neles, informando que a venda é proibida.

Um comentário em “Livros “desaparecem” de projeto cultural no Terminal Central de Londrina

  • 21/09/2018, 14:00 em 14:00
    Permalink

    posso garantir que não foi ninguem do PT……

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: