Londrina, longe, bem longe de ser a “mais transparente”

Matéria da instigante jornalista Telma Elorza, de O Londrinense, mostra que Londrina está longe de ser a “cidade mais transparente do Brasil”, como apregoa a administração pública local.

Veja:

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) avaliou os portais da transparência dos 399 municípios do Paraná e do Governo do Estado quanto às ações voltadas ao enfrentamento da pandemia decorrente do novo Coronavírus. O resultado é um ranking do Índice de Transparência da Administração Pública 2020 (COVID-19), onde são apresentados avaliações das medidas tomadas para divulgar dados e informações sobre a pandemia e licitações relacionadas.

Pelo ranking, Londrina – “a cidade mais transparente do Brasil”, segundo o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati – está na 28ª. colocação, com 93,25% de informações disponíveis, juntamente com Campo Mourão, Dois Vizinhos, Marmeleiro, São Carlos do Ivaí e Verê.
Cianorte, Maringá, Pato Bragado e Pinhais, atingiram a meta de disponibilizar 100% de informação.

No ranking, estão avaliados se o portal do município possui itens como aba específica sobre a pandemia; se emite boletins epidemiológicos diários; se dão informações de contato para atendimento em casos suspeitos; sobre isolamento social e medidas restritivas; informações sobre programas sociais relacionados ao enfrentamento da crise decorrente da pandemia; entre outros itens, num total de 39.

O portal de Londrina deixou de cumprir dois dos itens, a inserção da gravação audiovisual das sessões de licitação e apresentação de relatório específico Covi-19 Receitas X Despesas. Isso fez com que perdesse pontos nos quesitos Licitações, Dispensas e Inexigibilidade, onde somou 27% de um máximo de 30%; e Execução Orçamentária, que tinha valor máximo de 15% e somou 11,25%.

Todo o ranking pode ser visto neste site.

2 thoughts on “Londrina, longe, bem longe de ser a “mais transparente”

  • 07/10/2020, 17:23 em 17:23
    Permalink

    Tbem tô achando. A concha acústica reverberou alto. Deu para escutar a verdade lá do Palácio do Comércio. Londrina está na miséria.

    Resposta
  • 07/10/2020, 20:09 em 20:09
    Permalink

    Se o blogueiro ironiza o 28º lugar de Londrina no ranking da transparência das cidades paranaenses, imagina o que ele pode pensar de Arapongas que está lá embaixo, em 280º lugar no enfrentamento da covid-19. É de se perguntar: onde foi parar a verba de R$ 800 mil que o deputado Fifilipe Barros diz que liberou para Arapongas combater o coronavírus? Só um deputado sem noção pode intermediar a liberação de verba tão gorda para um município onde a transparência é marrom. A nota atribuída pelo Tribunal de Contas à administração do prefeito Sérgio Onofre, que quer ficar mais quatro anos agarrado ao baú da prefeitura municipal, foi de 46,50%. Administração reprovada! Ficou abaixo da média no estado: 60,68%.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: