Novo Profis é aprovado na Câmara de Londrina

da Assessoria a Câmara

Por unanimidade (19 votos), os vereadores de Londrina aprovaram em primeira discussão, na tarde desta terça-feira (23), o projeto de lei (PL) nº 87/2023, proposto pelo Executivo Municipal, que institui o Programa de Regularização Fiscal (Profis) para o ano de 2023. Com o aval, foi aberto prazo regimental de sete dias úteis para apresentação de emendas (alterações) ao texto da matéria, antes do segundo turno de votação.

A proposta concede desconto total ou parcial de multa moratória e de juros de mora, para o pagamento de qualquer débito tributário ou não-tributário com o Município de Londrina, suas autarquias e fundações, inscrito ou não em dívida ativa, constituído ou não, cujo fato gerador tenha ocorrido até o dia 30 de junho de 2023. Entre os débitos abrangidos pelo Profis estão os relativos a IPTU, ISS, ITBI, taxa de coleta de lixo e multas aplicadas pelo município.

O contribuinte terá até 20 de dezembro de 2023 para aderir ao Profis e poderá pagar a dívida em até 19 parcelas, isto é, até dezembro de 2024, com descontos em juros e multas proporcionais à data de inscrição no programa e à quantidade de parcelas. (Confira aqui a tabela completa)

O vereador Eduardo Tominaga (PSD), líder do Executivo na Câmara, afirmou que o Profis não é um estímulo aos maus pagadores, mas uma forma de permitir que o contribuinte, diante do cenário econômico nacional, possa se manter em dia com as obrigações tributárias. “Eu entendo que é adequado a gente votar o Profis, porque a gente não está em um momento econômico favorável ainda”, disse.

Conforme a justificativa do PL, no primeiro bimestre de 2023 houve um bom desempenho da arrecadação dos impostos municipais, porém a Dívida Ativa Tributária não seguiu o mesmo ritmo, o que demostraria a dificuldade de os contribuintes quitarem suas dívidas dos anos anteriores. De acordo com a Secretaria Municipal de Fazenda, o estoque da Dívida Ativa estava em R$ 1.868.133.266,45, no dia 13 de março de 2023. A renúncia fiscal estimada para o Profis 2023 é de R$ 23.052.085,71, enquanto o incremento na arrecadação é previsto em R$ 53.694.243,72. Desta forma, segundo a justificativa do projeto, a renúncia não afetará as metas de resultados fiscais previstas na Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Compartilhe
Leia Também
Comente

Um comentário

  1. Parabéns

    Sinto que acordei mais uma vez IDIOTA em pagar em dia o IPTU do Idiota Marcelo Belinati.
    Que aumentou o IPTU para dar desconto ao sonegador

    1. Até quando Belinati vai abusar de nossa paciência

      Os 19 vereadores pagam em dia os impostos municipais como a mãe do Marcelo Belinati e ele não pagavam a taxa de lixo?
      Será que alguém vota numa Câmara Municipal desse nível com esses vereadores e vereadoras boca aberta de ração?
      Não à reeleição de nenhum deles e delas.
      Todes fora!
      Fora Marcelo Belinati.
      Empulhador.

  2. Inocência

    Mais uma vez Marcelo Belinati passa mão na B. do povo.
    Triste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios