Rota das Catedrais atrai ciclistas de todo o Pa´si

do N.Com

No dia 20 de maio, 1,5 mil ciclistas de várias cidades do Brasil se encontram em frente à Catedral Metropolitana de Londrina para a largada da Rota das Catedrais. O percurso total será de 120 quilômetros até a Catedral de Maringá, ligando as duas cidades, com estimativa de 10 horas de duração.

Foto: divulgação

A rota consiste em 90 quilômetros de trajeto rural entre as cidades, passando por cenários históricos da colonização do norte do Paraná, além de sete igrejas e capelas construídas por imigrantes. Os 30 quilômetros restantes serão nas áreas urbanas das duas cidades. A largada será dada às 7 horas, com horário de chegada previsto até às 17 horas.

Esta será a quinta edição do evento, realizado desde 2017 e suspenso nos anos de 2020 e 2021 por conta da pandemia de Covid-19. O objetivo da Rota é incentivar as atividades turísticas no município de Londrina, bem como as atividades de lazer e esporte. E em 2022, a Rota das Catedrais foi aprovada como evento oficial do Município através da Lei nº 13.412, sancionada pelo prefeito Marcelo Belinati.

Destacando as belezas naturais da região, a Rota das Catedrais é um evento de superação e classifica como vencedores todos os que cruzam a linha de chegada dentro das 10 horas de prova. Nesta edição, todas as 1.500 vagas foram preenchidas, com mais inscrições ofertadas que no ano anterior, quando 1.250 ciclistas participaram. O objetivo da ampliação é receber ciclistas amadores, profissionais, atletas e o público geral que se interesse em pedalar.

Entre os inscritos, está Pedro Mora, de Maringá. Com 77 anos, ele participa da Rota desde a primeira edição. “Me sinto bem no meio de tantos atletas e de novas oportunidades de amizades. Com essa experiência de ter participado de tantas edições, tenho o prazer de orientar os participantes que enfrentam o desafio pela primeira vez. O trajeto longo, com muitas subidas, exige treinamento e preparo físico e psicológico. A dica é ingerir bastante água e isotônico, e se alimentar com amendoim salgado e barra de cereal. Outra recomendação é iniciar a Rota com cautela e aumentar a velocidade aos poucos”, salientou.

Os participantes não incluem apenas o público de Londrina, Maringá e região. O engenheiro agrônomo Cristiano Souza Gimenez é de Dourados, Mato Grosso, e esta será a segunda vez que participa da Rota das Catedrais. “Além do desafio do pedal, o trajeto que passa pelas capelas e belas paisagens da região, é uma experiência única que traz uma energia fantástica. O percurso é bem desafiador já que estou acostumado a um relevo bem mais plano em relação a esta região do Paraná. Mas nos sentimos sempre bem amparados pela organização, com excelentes e estratégicos pontos de apoio”, afirmou.

Para Fabio de Barros França, que é de Recife e reside em Curitiba, a Rota das Catedrais será a oportunidade para vivenciar o norte do Paraná. “Sempre gostei de fazer pedais longos, mas ainda não conheço Londrina e nem Maringá. Participar deste evento será uma boa forma de conhecer um pouco das duas cidades e da história da colonização local”, relatou.

Outra que estará entre os participantes da Rota das Catedrais em 2023 pela primeira vez é Karollina de Araújo Paião, empresária e atleta de ciclismo de Nova Andradina, no Mato Grosso. “Quero apreciar o percurso e me desafiar a todo momento. Minha meta é realizar todas as subidas sem descer do pedal. Pretendo zerar todas elas”, confessou.

Foto: divulgação

A organização e estruturação do evento é pela P14 Sport, contando com o apoio da Prefeitura de Londrina, por meio do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU) – que faz a organização do trânsito em torno da Catedral de Londrina – e da Guarda Municipal de Londrina (GM), que auxiliará os batedores da Polícia Militar.

A diretora de Turismo do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Roberta Zulin, enfatizou a importância de eventos como esse para o cenário turístico da cidade. “A Rota das Catedrais é um importante ativo turístico, que já acontece no município há uma longa data e, por esse motivo, já se tornou um evento oficial do calendário municipal. Ela fortalece a regionalização do turismo proporcionando a vivência de novas experiências por parte dos atletas. Une turismo de natureza, esportivo e religioso, atraindo turistas para Londrina, movimentando a economia e fazendo com que os amantes do pedal levem o nosso nome para seus locais de origem”, frisou.

Compartilhe
Leia Também
Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios