A doce vida no Tribunal de Contas: Conselheiro recebeu R$ 93 mil em março

TCE

 Um leitor decidiu pesquisar os salários de funcionários do Tribunal de Contas do Paraná e até considerou os valores bem normais. Só se surpreendeu com o salário dos conselheiros, que, pela tabela de remuneração, deveriam receber R$ 26.589,68 mensais.

Em março, por exemplo, Artagão de Mattos Leão teve proventos de R$ 93.172,10, rerstando R$ 81.411,03 líquidos. Já o presidente Ivan Lelis Bonilha, que é maringaense, teve holerite de R$ 89.820,28 brutos e R$ 79.030,38 líquidos. É o efeito da ajuda de custo de moradia, pago retroativamente. “Haja aumento de IPVA para pagar essa turma”, considerou.

Um comentário em “A doce vida no Tribunal de Contas: Conselheiro recebeu R$ 93 mil em março

  • 24/04/2015, 11:04 em 11:04
    Permalink

    Cada vez que leio ou ouço essas noticias, ganho mais problemas de estômagos , e as pessoas se revoltam e tudo continua na mesma.
    Enquanto não mudar o sistema e a sociedade através da OAB, Associações Comerciais, Igreja, etc, não tiver direito de controlar os salarios de servidores do executivo, legislativo, judiciario e agregados, NÃO TEM SOLUÇÃO.

    Resposta
  • 24/04/2015, 19:03 em 19:03
    Permalink

    ´falar o que dum espertos destes,,,,,depois querem que nós paguemos impostos, prefiro dar pros fiscais, do que pra estes cras

    Resposta
  • 26/04/2015, 23:42 em 23:42
    Permalink

    Tem que extinguir os tribunais de contas imediatamente! Não servem pra nada. Já pagamos estruturas demais.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: