A Fiep e sua dor pela metade

Pelo que dá a entender, a Federação das Indústrias do Estado do Paraná só sente metade da dor do contribuinte normal.

É que no próximo domingo, a partir das 10h30, os curitibanos poderão aderir pessoalmente à campanha “Não Vou Pagar o Pato”, contra a criação e aumento de impostos e a volta da CPMF propostos pelo governo federal. A ação, que tem apoio da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), levará um pato inflável de 12 metros de altura à Boca Maldita, no calçadão da Rua XV de Novembro, onde serão distribuídos folhetos, adesivos, “patecos”, e também será feita a coleta de assinaturas.

Porém, a mesma Fiep não fez tanto barulho quando o governador Beto Richa aumentou o IPVA em mais de 40%, retirou subsídios de produtos da cesta básica, e autorizou aumentos abusivos nas contas de energia e água e agora mais um reajuste no pedágio bem acima da inflação.

Um comentário em “A Fiep e sua dor pela metade

  • 08/12/2015, 11:57 em 11:57
    Permalink

    Milionários e sonegadores odeiam a CPMF.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: