A história do vereador que quer ser “espertão”

E o vereador de Londrina, Gustavo Richa (PSDB), está numa roubada. Ele quis agir espertamente, mas  a coisa complicou.

Eleito pelo PHS, ele desfiliou-se do partido em outubro e ingressou no ninho tucano via diretório estadual, passando longe do diretório municipal onde encontra resistência dos filiados locais. Além dessa atravessada que o tucanato de Londrina está com dificuldade de digerir, há outras implicações.

Como ele ingressou no PSDB fora da “janela da traição”, corre o risco de perder o mandato, que pertence ao PHS. A suplente Adriana Aguilera está reivindicando a vaga.

Ele também pode perder o cargo por falta de decoro. Ocorre que ele não comunicou a Câmara sobre a mudança de partido no momento em que deixou o PHS. É preciso lembrar que posição dos vereadores nas comissões permanentes da Casa, são definidas de acordo com as bancadas partidárias. A Comissão de Ética da Câmara está sendo provocada a tomar uma posição.

3 comentários em “A história do vereador que quer ser “espertão”

  • 15/03/2016, 23:33 em 23:33
    Permalink

    Bacana que ele disse semana passada para outro blog que isso não encomoda ele , então porque já não renuncia, ficaria menos feio, apesar que a imagem dele e dos primos tá bem feia .

    Resposta
  • 17/03/2016, 00:57 em 00:57
    Permalink

    Ao invez d vc publicar essas “babozeiras” porque vc nao publica o real motivo pelo qual nao querem Gustavo Richa no psdb? #fica a dica!

    Resposta
  • 17/03/2016, 14:35 em 14:35
    Permalink

    Blogueiro espertão:

    Ninguém percebe como o blog é manipulado pelo Hauly.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: