Ah, o que seria do mundo sem a solidariedade

A nota oficial do Partido dos Trabalhadores, assinada pelo seu presidente Ruy Falcão, deixa claro que o partido não quer segurar a jaca de Delcídio Amaral.

Entre outras coisas, diz o seguinte:

1- Nenhuma das tratativas atribuídas ao senador têm qualquer relação com sua atividade partidária, seja como parlamentar ou como simples filiado;

2- Por isso mesmo, o PT não se julga obrigado a qualquer gesto de solidariedade;

E mesmo assim, dos doze senadores do PT, apenas dois votaram pelo fim da malandragem de Delcídio: Valter Pinheiro (BA) e Paulo Paim (RS). Ou seja, foi solidário realmente quem quis ou tinha interesse,

PT

Angela Portela                      PT               RR    Não
Donizeti Nogueira                PT               TO    Não
Fátima Bezerra                     PT                RN   Ausente
Gleisi Hoffmann                   PT                 PR   Não
Humberto Costa                  PT                 PE   Não
Jorge Viana                          PT                 AC   Não
José Pimentel                       PT                CE   Não
Lindbergh Farias                  PT                RJ    Não
Paulo Paim                            PT                RS   Sim
Paulo Rocha                         PT                 PA   Não
Regina Sousa                      PT                  PI     Não
Walter Pinheiro                    PT                  BA   Sim

Compartilhe
Leia Também
Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios