As rachaduras “estéticas” de Pepe Richa devem fazer parte da pauta

Outra coisa que Eduardo Sciarra deve ouvir muito é sobre os problemas da obra de duplicação da PR 445. Em especial, o viaduto que apresenta rachaduras.

Na última semana vieram a Londrina representantes da empresa Sanches Tripoloni, do DER, o Secretário de Infraestrutura, José Richa Filho, e mais a entourage costumeira para conversar com os promotores públicos que suspenderam a continuidade da obra.

Richa Filho, o Pepe, disse que as rachaduras assustadoras que apareceram no viaduto, é mais uma questão estética. Ninguém engoliu. Aliás, diretores do DER pareciam advogados de defesa da empresa responsável pela obra.

Profissionais do Clube de Engenharia e Arquitetura estão indignados. Dizem que as rachaduras são absurdas e há riscos sim de a obra ficar inviabilizada por questões de segurança.

Um comentário em “As rachaduras “estéticas” de Pepe Richa devem fazer parte da pauta

  • 02/03/2016, 13:54 em 13:54
    Permalink

    Como morador da próximo ao viaduto, tenho acompanhado esta vergonhosa obra. No ano passado houve uma reunião no IAPAR, e compareceu um tal de Viktor Baras, funcionário do DER, fazendo explanação sobre o projeto de obras especiais da duplicação da PR-445, no último dia 22 de fevereiro este mesmo cidadão esteve no CEAL, como empreiteiro da Consultoria Engefoto, fazendo as mesmas explanação, agora como empreiteiro, ou seja, o cidadão no ano passado era Agente Público representando o Estado, no dia 22 de fevereiro era contratado pela empreiteira para defende-las. Se não há irregularidade pelo menos ético não deve ser. Será que o pessoal que acompanhou a reunião não observou este disparato, absurdo, desatino, contrassenso.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: