Bancários protestam contra o Banco Itaú, em Londrina

Bancários de Londrina fazem protesto hoje em quatro agências do Banco Itaú. A alegação é que o banco, que demitiu cinco funcionários nos últimos dias, estaria promovendo demissão em massa. Regiane Portieri, presidenta do Sindicato dos Bancários de Londrina, afirma que a entidade considera essas dispensas como demissões em massa. “Todos os demitidos atuavam na área comercial, eram gerentes. O Itaú impõe metas altíssimas de vendas de produtos e penaliza quem não atingi-las com a perda do emprego”, denuncia.

A sindicalista revela ainda que a direção do banco anunciou o fechamento de três agências na Região. Uma delas é a que era a principal agência do Banco Banestado, localizada no Calçadão de Londrina, no alto da Avenida Paraná. O banco também vai encerrar as atividades em Rancho Alegre e em Tamarana, onde suas unidades foram alvo de ataques com explosivos.

Deixe uma resposta