Bolsonaro demite ministro do Turismo

do Contraponto

O presidente Jair Bolsonaro  demitiu no início da tarde desta quarta-feira (9)  o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. O próprio presidente deu a notícia da demissão ao ministro, durante reunião no Palácio do Planalto.
Bolsonaro tomou a decisão após ser informado de uma briga ocorrida num grupo de WhatsApp entre Marcelo Álvaro Antonio e o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

O ministro do Turismo acusou Ramos de boicotá-lo e negociar cargos com o Centrão — entre eles, o próprio Ministério do Turismo.

O presidente da Embratur, Gilson Machado, é o mais cotado para assumir a vaga deixada por Álvaro Antônio.

3 thoughts on “Bolsonaro demite ministro do Turismo

  • 09/12/2020, 17:25 em 17:25
    Permalink

    E o capitão Bolsonaro se prepara para ocupar a Câmara Federal e o Senado. Um testa de ferro ele já colocou no STF. E os moralistas de ocasião estão caladinhos, alguns já contemplados com cargos na administração pública federal. Isso aí é a direita com apoio do centro e do Centrão.

    Resposta
  • 09/12/2020, 17:55 em 17:55
    Permalink

    Aos poucos, cai a imagem de politicamente incorreto e entra a de um político assim como os demais antecessores e sucessores… A agenda é indigesta e não atende a opinião pública… Mas tudo parece como antes.

    Resposta
  • 09/12/2020, 20:22 em 20:22
    Permalink

    A turma que tem aprovado projetos do governo tem levado uma bufunfa boa, segundo o ministro que acaba de ser defenestrado. Será que o Centrão vai se contentar com esse ministeriozinho mixuruca? Nos tempos do PT, o Centrão não quis menos que a presidência. Será que no Centrão hoje existe, em vez um “Cunha”, um “Cunhazinho”?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: