Casos de violência contra jornalistas aumentam 65%

Os casos de violência contra jornalistas aumentou em 65% de 2015 a 2016. É o que mostra a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert). O número de assassinatos caiu de oito para dois casos. E a violação à liberdade de expressão aumentou de 116 para 192 ocorrências. A organização internacional, Repórteres Sem Fronteiras, aponta o Brasil como o segundo país mais violento da América Latina.

Deixe uma resposta