Chegou na Arena da Baixada

Do Cláudio Humberto

Márcio Castro Alves, diretor-geral da MCA Auditoria e Gerenciamento, não soube dizer à CPI da Máfia do Futebol como recebeu R$ 3,2 milhões do BNDES para apoiar a reforma da Arena da Baixada, na Copa de 2014. Até leu a lista serviços que sua empresa presta.

Deixe uma resposta